Hoje não tem título...

Bem, pra começar meu findi foi péssimo tá?! Não que não tenham acontecido coisas boas, não é isso, mas tem coisinhas chatas que acontecem que acabam com o findi de qualquer pessoa, e nesse findi aconteceu. Mas não vou falar disso porque me chateia, e só estou falando agora porque quero deixar registrado aqui que NÃO gostei do fds.
Sábado à noite fomos à um lual na Barra. Chegamos lá 22h e fomos embora aproximadamente às 3h. Foi show de bola no sábado à noite! Fiquei jogando volei até cansar com os garotos (nenhuma menina queria jogar), mas já tô bem acostumada com essa situação, no CPD são 15 homens e só eu de mulher...
Quando "acabou" o volei, eu convoquei as meninas a jogarem queimado, que é um esporte mais pra mulher mesmo né... (porque mulher é tudo fresca. rs)
Quando as meninas começaram a jogar alguns meninos se interessaram e entraram na dança também, rs.
Bem, meu time perdeu de lavada, mas não tem problema, os momentos bons, as risadas, e a diversão compensaram!

Bom, o domingo foi chatíssimo até às 17h, que foi a hora que fui pra igreja. De manhã me estressei tanto que tive vontade de sumir. Mas isso não vem ao caso. Esse findi foi ruim porque não deu pra eu curtir o Rê direito. Eu siplesmente não consigo me desligar do mundo e ficar com o Rê quando tem outras pessoas nos tirando a atenção, ou "exigindo" atenção. E foi assim o findi inteiro. Agora concordem comigo se isso não é chatinho: Eu só vejo o Renan fim de semana, e mesmo no fim de semana não temos muito tempo pra ficar juntos por causa das coisas da igreja. Tipo a gente fica na sexta das 14h às 19h, depois no sábado geralmente a noite (tempo pra gente mesmo só a noite), e domingo de 11h às 15:30h. Po... aí se nesses poucos tempinhos que nós temos pra ficar juntos no final de semana eu ainda não puder ficar com ele, ou fazendo coisas para nós, de que me vale o fim de semana? Aff... Abafa o caso.



Bem a semana começou muuuuuito bem apesar do findi. Segunda fui para o centro da cidade com meus pais. Eles foram buscar o notebook do meu pai que tava no conserto eu acho, e eu fui fazer outra coisa. Na saída do que eu fui fazer (segredo, rs) meus pais estavam me esperando, e para minha surpresa, quando virei na porta da saída o Renan também estava lá! rs
Ai eu soltei um: O que vc tá fazendo aqui? rs. Ai ele respondeu "Nossa, é a terceira pessoa que me pergunta isso hoje!"
Saímos de lá e fomos buscar o notebook do Dad... Como estava demorando um pouco eu e o Rê fomos caçar alguma coisa pra comer. Fomos no Rei do Mate e comemos umas paradas gostosíssimas. Depois reencontramos meu pai e pegamos o caminho da roça. rs
Quando estávamos indo pro carro passamos por um ponto frio e como meu pai foi falar com um amigo dele, entramos na loja, eu, Rê e minha mãe. Ficamos passeando lá dentro, olhando as coisas... Foi quando vimos uma geladeira que namoral, é o mundo se acabando. Caraca muito lindaaaaaa! É da Samsung, toda preta, abre que nem um guarda roupa, rs. Linda por dentro também. Mas é inacessível: 10 mil reais. Deixa, eu nem tinha gostado mesmo...
<a href=

Bom, a minha geladeira tá bom pra mim, rs. É de inox, toda bonitinha, eu gostei e escolhi ela, isso que importa. Depois ficamos vendo coifas (sim, na minha casa tem que ter uma!). Aí ficamos passeando mais neh, olhamos armários de cozinha e pan e tal... ai daqui a pouco eu vi uma coisa e parei:

- Que coisa ridícula é aquela? Putz! Será que tem gente que põe isso na sala de casa? Credo né amor? Parece até as caixas de som da Furacão 2000, eu hein, horrível... Agora veja você se eu vou fazer a sala da minha casa estilo Romulo Costa...
- Amor... aquilo é um Home Theater.
- Ah é? Hum... Então eu não quero um Home Theater.
- Mas nem todos são assim. Tem uns que as caixas são finas e bonitinhas, já viu o da mãe da Aline? E pô, você pode colocar as caixas atrás da cortina, debaixo do sofá, mas eu quero um Home sim!

Fiquei sem graça porque eu não sabia que as caixas iguais do Romulo Costa eram um Home, rs. Tá tudo bem vai, claro que eu quero um home, rs.

Chegamos em casa e eu fiz um Yakissoba que na boa, ficou di-vi-no! Ai o Renan confessou que o último tinha ficado ruim mas ele não falou nada pra eu não ficar triste, rs. Mas eu não fiquei porque ele disse que esse tava ótimo. Só não sei se daqui a algum tempo ele vai me confidenciar que esse estava ruim também, rs. A única coisa que ele reclamou foi que eu exagerei nas cebolas. Mas eu exagerei por um motivo óbvio: Eu amo cebola. Daí eu fiz pensando que com muita cebola ia ficar ótimo e esqueci que meu amorzão não é tão fã quanto eu. Ele até gosta, mas não ama. Mas ele disse que não ficou ruim por causa da cebola, só que ele tirou boa parte das cebolas do prato, rs. E eu comi todas. Agora já sei, da próxima vez faço com menos cebolas.
A noite teve uma enrolação lá na facul por causa de um trabalho mas acho que já deu tudo certo. As primeiras provas nem começaram ainda e eu já tô cheia e querendo férias da facul. É fogo rapá!

Ontem, repeti a rotina de segunda, fui pro centro resolver coisas. Depois de tudo devidamente resolvido, e eu e Tio Paulo ficamos na Rio Branco esperando o Rê passar de carro pra nos buscar. Comi um churros e tava com muita vontade de comer há muito tempo. Ai no caminho até minha casa eu dormi. Dormi não neh, desmaiei. Só abria os olhos de vez em quando pra ver onde estávamos e tornava a fechá-los. Quando chegamos me deu uma vontade louca de comer sopa, daí fui no mercado atrás de sopa. Queria de ervilha, mas só tinha creme de cebola. Já tava me preparando pra fazer um pequeno e humilde escandalo, quando o Renan foi lá na moça e perguntou se não tinha de ervilha. Ai ela veio nos ajudar a procurar. Fuçou, fuçou, fuçou mais um pouco e constatou que não tinha de ervilha. Foi quando eu lá de longe vi que tinha umas sopas perdidas fora do "lugar de sopa", e para a minha surpresa a primeira que eu puxei era de ervilha! A sopa também ficou di-vi-na! rs. É... acho que já dá pra casar. rs

<a href=

E depois que comemos fomos pra igreja, o Rê pro ensaio, e eu pra ficar lá fazendo nada e esperando ele sair do ensaio.
Tem umas coisinhas que eu queria contar aqui no blog, mas na verdade não quero, rs. Acho cedo pra falar de qualquer coisa, mas são três assuntos que estão interligados etre si. Não vou adiantar nada por hora, só comento que novidades virão! Resumindo, o findi foi chatão, mas comecei essa semana com o pé direito!

Meu beijo,
Carolllll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Aprendendo a perdoar...

Quando entrei no ginásio tinha a auto estima meio baixa. As outras meninas eram um pouco diferentes de mim... Eu ainda era uma criança. Ia pro colégio com xuxas coloridas no cabelo, enquanto elas iam com os cabelos soltos ao vento, eu ainda usava roupas infantis, enquanto elas já usavam roupas mais sérias, de adolescentes. E o pricncipal e que mais me deixava mal: Todas tinham menstruado, menos eu.

Aquilo me consumia por dentro, e para completar elas ainda judiavam. Me chamavam de sub-desenvolvida, de atrasada, de criança, de maternal, de Creche Aldeia Mirim (era a creche que tinha dentro do colégio que eu estudava). E eu ouvia tudo calada, com os olhos meio tristes e sem graça, mas sempre calada. Por várias e várias vezes quando chegava em casa me trancava lembrando daquelas gargalhadas maldosas das meninas "desenvolvidas". Isso durou da 5ª série até a 7ª que foi quando enfim eu menstruei. Lembro como se fosse hoje cheguei na escola toda empolgada e boba pra contar a novidade. As meninas estavam no pátio... vim correndo toda boba, me joguei no banquinho e disse "Meninas, fiquei menstruada!". Ela não deram a mínima. Precia que eu tinha falado que um mosquito me picou. E assim estava, assim ficou. Eu achava elas duas lindas, super maduras, as venerava mesmo. Teve um dia que estávamos fazendo prova e eu sentei perto de uma delas, quando acabamos a prova ela começou a botar a pelido em todo mundo da sala e ficar falando dos defeitos, eu ria e concordava pra ser agradável e ela gostar de mim. No dia seguinte nenhuma menina da minha sala falava comigo. Ela contou pras garotas que eu tinha falado mal delas e falou apelido por apelido, mas disse q eu q tinha inventado. Quem acreidtaria em mim? Me lembro que cheguei pra uma menina que era a mai maneira da sala e implorei pra ela acreditar em mim. Ela até ouviu a minha versão da história mas no fim ds contas ficou com a oura versão. Fui no banheiro e chorei como uma louca nesse dia. fiquei váaarios dias sem ir pra escola e depois passei a não ligar mais. Quem quisesse falar comigo bem, quem não quisesse problema. e magicamente elas se aproximaram de mim novo. Depois disso tivemos poucos conflitos, nada que afetasse minha cabeça. No segundo grau então, amadurecemos e viramos amigas inseparáveis nós três. Com uma delas briguei ainda duas vezes, mas nada que uma semana sem se falar não resolvesse, rs. Com a outra - a que mais tripudiava em mim na época do ginásio, nunca mais briguei, e foi com ela que me torneu amiga inseparável. Às vezes eu sentia ainda raiva quando lembrava de tudo e aquela sensação de medo de ficar sozinha me assombrou muitas vezes depois que cresci. Mas o tempo passou, as coisas mudaram, e eu também amadureci. Hoje vejo que sou o que sou devido ao que vivi. Me lembro disso e rio, rs. E aposto que as meninas quando se lembram também riem bastante. Foram elas que me acompanharam na melhor fase da minha vida, a transição da infância para a adolescência.

Na adolsescência sofri também uma pá de decepções amorosas... Umas mais doloridas que as outras, mas todas foram decepções. Já pensei em me matar, em cortar os pulsos, em me jogar do 3° andar do colégio, em tyomar os pacotes de lexotan da minha tia velinha, mas graças à meus pais, à michele e o renan (que foram os amigos que na época me sustentaram), não cometi tais desatinos e estou aqui hoje para contar esta história.

Bem, é verdade que sofri sim, mas o que não devia ter acontecido (e não aconteceu), era sofrer a vida inteira e se desgraçar por causa disso. Vejo pessoas que ficam feridas (principalmente por relacionamentos), e não esquecem... O tempo passa, a pessoa até se relaciona com outras pessoas, mas não esquece a mãgoa, não perdoa, não deixa cicatrizar. Aprendi uma coisa na adolescência que vou levar pra vida toda: Quando você não perdoa, não é a pessoa que fica presa à você, é você que fica presa por um cordão umbilical eternamente (ou até você perdoar) à ela.

Perdoe. Libere sua vida. a mágoa é como um ciclo que precisa dar um giro em torno de si mesmo e se completar para terminar. E o término do cicio da mágoa termina com o perdão. É isso que libera a gente pra ser feliz novamente.
Leve com você o que foi bom, e não tenha raiva das pessoas. Nenhuma delas. Nem mesmo o carrancudo do seu chefe. Pense bem, quem tem que carregar aquela cara de chateação o tempo todo é ele e não você, isso não é maravilhoso? Você pode sorrir. Não tenha raiva do seu chefe, mesmo que ele te faça coisas chatas. Não deixe que outras pessoas determine o que você será. E perdoe, em todas as ocasiões e sempre, por mais difícil que isso seja às vezes.

***
Essa semana foi bem sussu. Aconteceu uma coisinha chata mas que me fez crescer! É impressionante como todo dia eu aprendo alguma coisa. Depois aconteceram duas coisas muitoi legais! Quer dizer, quatro, mas como diz minha amiga Danni, mais pra frente eu conto! (Segredo).
Essa semana vô precisar de muita sorte, capacidade, e Deus! Quer dizer, vamos inverter essa ordem: Deus, capacidade, sorte!
Agradeço à todas as pessoas que me amam e tem me dado boas vibrações! Agradecimentos super especiais da semana: Meus pais, Renan, Sandra (Minha querida sogra!), Danni, e Marquinhos também! (mesmo sem conhecê-lo pessoalemnte preciso agradecer).
Bom findi a todos e até quarta, espero que com novidades!


PS: Quem guarda mágoa cultiva um câncer.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Freedom!

WWW.BLOGAO.KIT.NET Liberdade será a canção do meu coração!

O final de semana passado mudou minha vida. Não, sério. Minha mentalidade, meu modo de enxergar as coisas. O engraçado é que quando você toma uma decisão de mudança, tudo à sua volta muda também. Eu não acreditava muito nessa teoria, mas essa semana vivi isso. Várias coisas aconteceram em 5 dias que não aconteceram em 7 meses! Sabe aquela coisas que você pensa mas nunca fala pra ninguém? Que só você sabe, que nunca compartilhou nem com um melhor amigo? Pois então, só essa semana duas pessoas que não tenho muito contato, mas que são amigas, me falaram sobre esses desejos secretos que eu possuo, sendo que, eles não sabiam!


Essa semana foi maravilhosa. Tô me sentindo leve, feliz... Mas a palavra que define melhor é livre! Tô me sentindo livre como nunca! Tô me sentindo uma borboletinha! Você já viu bicho mais livre que uma borboleta? Não tem.
Tenho uma dúzia de novidades, mas, não vô contar ainda. Podem ficar curiosos, rs. Na hora certa eu contarei.
Resumidamente é isso. Eu raramente posto alguma coisa no domingo, mas é que hoje, apesar do Rê estar trabalhando eu eu estar sozinha, estou feliz com tudo o que Deus tem feito em nossas vidas.

Vou lá que senão me atraso pra ir pra igreja, sabe como é né, demoro muito pra me arrumar e coisa e tal...

Be Happy!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Amizades são como flores. Perfumam nossa existência.

Eu tenho mania de fuçar tudo. Sempre tive. Gosto de descobrir, de procurar, investigar. Hoje resolvi procurar o significado de alguns nomes. Não acredito necessariamente que porque você tenha determinado nome a sua personalidade é igualzinha ao significado dele, mas acho legal saber que nosso nome tem um significado. Achei alguns aqui e botei ra você verem.
Carolina: Indica uma pessoa voluntariosa, que adora dominar as outras. Chega a ser considerada fria e calculista, mas revela seus nobres sentimentos sempre que alguém precisa dela.
Renan: Do francês - Foca.
Agora o significado do nome dos meu filhos. rs
Izabel:
Nome que significa cumprir com as promessas. É próprio das pessoas que se regem pelo clássico lema "promessa é dívida". Respeitam escrupulosamente as decisões dos outros.
Theo: nome grego, significa "Deus".
Valentine: Vem do Latim, significa "Forte".
Enzo: Coroado com honras.
Amei saber que todos os nomes tem significados sublimes, exceto Renan, que é foca em francês, rs.

Mudando de assunto... Sabe aquela pessoa que você confia sem duvidar? Aquela pessoa que você nem sabe se é confiável ou não, mas você não tem medo de lhe contar nada, porque tem confiança mesmo sem ter certeza se ela é confiável ou não? Sabe aquela pessoa que parece ser sua amiga de infância? Raramente eu sinto isso em relação a alguma pessoa, até porque eu sou péssima pra fazer novas amizades. É muito difícil mesmo acontecer, eu ter uma intimidade espontânea com alguém que eu conviva menos de três anos. Mas isso aconteceu com a Danni.

Quando eu fiquei amiga das meninas da faculdade (o que demorou um pouco por conta da minha dificuldade de me relacionar), eu logo gostei de todas, apesar de bem diferentes, todas são maravilhosas à sua maneira.
Mas às vezes eu me sinto uma intrusa no meio delas sabe, tipo, elas já tinham um grupo de amizade formado, e de repente eu chego. Sei lá, Às vezes tenho vergonha delas, rs. Fico escolhendo o que dizer sabe, pra não parecer chata. Chega a ser engraçado, rs.
Mas isso acontece com a maioria das pessoas que conheço, porque tenho probleminhas pra fazer novas amizades. Só que com a Danni, foi completamente diferente.
Primeiro eu fiquei amiga da Malú, e foi justamente por isso que eu não gostei dela. Ela e a Malú eram amigas há muito, muito tempo. Ai ela começou a ter ciúmes de mim quando eu falava com a Malú, e a Malú me contou. E ai eu passei a detestar a Danni. Quando nós conhecemos pessoalmente fingi normalidade, apesar de não gostar dela. E ela também, muito civilizada, sorriu (sorriso colgate diga-se de passagem!), apertou minha mão, e disse um "tudo bem?".

Depois disso passei a detestar ela menos, rs. Aí ela me adcionou no orkut e ficamos "coleguinhas". Ela passou de minha inimiga mortal a um ser humano normal ao meu ver. Na verdade, o fator decisivo na nossa amizade foi o blog. Eu fiz o blog, ela leu, e gostou. Quando eu li o recado que dizia que ela tinha amado meu blog, e que se eu escrevesse um livro ela compraria e talz, eu mudei absolutamente o modo que eu via a Danni. Uma pessoa que não gosta da outra, por mais que a outra escreva muito bem, não aprecia o que a "inimiga" escreve. Adcionei ela no msn e começamos uma conversa bem civilizada. Ela disse que também queria ter um blog, mas tinha receio de não ter o que escrever e talz, e com o tempo eu fui vendo que nós eramos muito parecidas. Em pouquíssimo tempo eu já estava amando a Danni, rs. Hoje, somos muito amigas, e por incrível que pareça, não tenho vergonha dela, confio sem duvidar. Ela sabe de praticamente tudo da minha vida. às vezes eu conto uma coisa pra ela, eo Renan fica sabendo depois, rs. Até porque tem coisas que só mulher entende, como decoração. Pelo Renan tínhamos um sofá inflável em nossa sala! Fala tú Danni! Rs

Bem, pra resumir, o fato é que, me apaixonei pela Danni (o Marquinhos não precisa ter ciúmes, rs). Gostei dela de graça sabe. E é exatamete isso que eu sinto, como se ela fosse minha amiga de infância. Não tenho vergonha, nem restrição, gosto dela por completo. E eu vi que estávamos nos tornando amigas de verdademesmo eu tava querendo abndonar o livro e ela me deu a maior força. Isso é coisa de amiga que se preocupa com a aoutra. que outra pessoa se preocuparia em eu abandonar meu livro ou não? Só o Renan mesmo. Se fosse outra ia pensar "Dane-se, o livro nem é meu, problema é dela".


É verdade que nós conhecemos de forma desagradável, rs. Mas o tempo, a afinidade, o respeito, e o carinho nos tornaram amigas.
Tem pessoas que chegam despercebidamente e vão se alojando em nosso coração. E a Danni foi uma delas.
Mesmo em tão pouco tempo, gosto muito de você menina! <a href=

Em suma, é isso. Tenho uma novidade bombástica pra contar, mas vô deixar mais pra frente! rs
Super Beijo e até!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Semana da Organização

Meu findi foi o melhor de todos. Muito bom mesmo! Foi assim sobrenatural.
Ontem, segunda-feira, tirei o dia pra pôr algumas coisitas em ordem. Primeiro foram minhas bolsas. Tinham cinco penduradas na minha cama, e dentro delas, milhares de coisas, de batons à chocolates, rs. Limpei todas e botei no "Lugar de Bolsa".
Depois parti para o guarda-roupa. Tirei todas as roupas sujas, e coloquei pra lavar. Aproveitei e botei também meu all star porque tava preto. Separei todas as roupas por cor, e se são roupa de sair ou de ficar em casa. Aproveitei e arrumei um novo lugar pro violão do Renan, que não fosse em cima das minhas roupas, rs. Quando a gente casar vai ter que ficar pendurado no escritório, nada de violão abandonado pelo meio da casa. rs

Bem, como essa semana estou botando minha vida em ordem, vou lavar algumas roupas que ainda ficaram faltando (lavar não né, por na máquina), varrer meu quarto e dar uma arrumadinha na estante da televisão. Depois eu vou fazer as unhas porque ninguém é de ferro. rs
Até o final da semana pretendo lavar, ou limpar depende do tipo, todos os meus sapatos e organizá-los (ainda tenho que arrumar espaço, não sei onde vou enfiar tantos pares). O fato é que, não gosto de guardar nas caixas, e na sapateira não cabem mais, e eu tenho pavor de sapato entulhado.

Vou também essa semana correr atrás de renovar minha identidade (venceu quando fiz 18 anos e não troquei ainda), e vou tirar meu título também. Se eu arrumar um emprego, vou ter problemas pela identidade já estar vencida, e por ter 18 e ainda não ter título. E como eu sei que bem antes do que eu espero arrumarei um emprego, vou agilizar logo isso. O que é fogo é o seguinte, vou tirar uma nova identidade porque essa venceu, aí, daqui a muito pouco tempo vou casar, e vou ter que trocar de identidade de novo porque vou mudar de nome... O carinha já vai até me conhecer. É capaz até de eu chamar ele pro casamento sabe. rs
Mas eu tô de má vontade pra trocar agora, porque quando for pra eu me tornar a senhora Carolina Guimarães dos Santos Silva, vô com o maior prazer! <a href=

Ah! Organizei também meus horários essa semana. Agora, acordo pontualmente às 6:30h, e durmo no máximo às 23h. Essa organzação toda me fez muito bem! Estou sentindo uma sensação de realização ótima.

Moral do dia: Passado só serve para ser jogado fora. Não empresarie seu passado. Se defaça dele, organize o presente, e curta o futuro.

Mil beijos e até mais!=*

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments