Agora é oficial!

É o sonho de qualquer mulher. Até mesmo daquelas que dizem que não. No fundo eu sei que até essas sonham com isso. Talvez nós sejamos influenciadas pelos desenhos animados que vemos quando crianças, os quais aparecem princesas com cabelos impecáveis e vestidos maravilhosos (e olha que no desenho não existe Valentino, muito menos D&G).
Talvez porque também nesses desenhos todas as princesas terminam "felizes para sempre", e esse "felizes para sempre" dos desenhos, só se completa ao lado de um príncipe.
Ou talvez, e acho que é essa realemnte a explicação mais lógica, nascemos com esse instinto, essa forte tendência ao romantismo. Com exceções é claro.

Isso não quer dizer que não existam homens romanticos, nem que não existam mulheres sem uma gota de romantismo, mas no geral, somos nós que costumamos chorar vendo qualquer filme, inclusive Bamby (experiência própria).
Mas o fato é que, todas sonham em casar. Umas na praia, umas em sítios, umas de manhã bem cedo com as convidadas todas chiquerésimas com seus chapéis, outras à noite, para poder usufruir de brilhos e todo glamour que um casamento à noite pode proporcionar (esse é meu caso).

Calma, não vim aqui anunciar meu casamento. Não ainda. Sábado, trocarei essa aliança que foi amorosamente colocada em minha mão direita por uma de ouro. Sim, é isso mesmo que vocês estão pensando. O que era teoria agora vai ser prática.

O que muda quando você é noiva? Bem, depende da mulher. E do homem também. Tem aquelas que colocam a aliança no dedo e se casam depois de 14 anos. Pra essas, o noivado não muda nada, o que muda as coisas e faz o casamento acontecer é o tempo. E tem aquelas que após trocarem alianças começam uma correria louca e gostosa, os preparativos. Pra essas o noivado muda tudo. Em um minuto você era solteira, a garotinha do papai (e do vovô também no meu caso), e dali a pouco tempo passará a ser mãe de família (mesmo que os filhos ainda demorem uns anos a chegar).

Móveis, convite, lista revisada mais de 10 vezes, buffet, decoração, filmagem, Dj, salão, igreja, vestido (!), lembrancinhas, trilha sonora, lua-de-mel. Ufa! Deve ser bom demais correr atrás de provindeciar algo que você sonha há muito tempo. Deve ser não, é!
Algumas pessoas (jovens no geral), imaginam que casar é uma maravilha porque a partir de ter sido colocada a tal alinaça dourada na mão esquerda você tem passe livre para transar a hora que quiser, do jeito que quiser, aonde quiser. Mas eu acho sinceramente que casamento não é isso. Não posso dar certeza porque nunca me casei, mas acho que às vezes os "casados" devem trocar fazer sexo por ver um bom DVD agarradinhos debaixo do edredom num dia bem frio. Acho que na prática não é bem como os "jovens" imaginam. Como se eu não fosse jovem né? Mas é que não penso assim.

Casamento tem conta pra pagar, tem casa pra arrumar, tem comida pra fazer, tem goteira pra consertar, tem compras do mês e fila grande no mercado.
Me peguei imaginando o seguinte: Sabe aquela roupa que você acha que fica irresistível no seu amor? Pois é, depois que se casa você vai ver aquela roupa irresistível toda suja lá no fundo do cesto. E mais, você vai ter que lavar. Parece que perde o encanto não? E tem mais, de acordo com uma pesquisa do IBGE, os homens depois que se casam ajudam cada vez menos nas tarefas domésticas. As mulheres fazem 80% e os homens somente os 20% que sobram. Injusto não?

Calma, não to incentivando ninguém a não se casar. Mesmo com todos os pontos negativos, quero me casar. Acho que nada paga acordar todos os dias ao lado da pessoa que você ama, da pessoa que você escolheu passar o resto da vida. Sim, porque pra mim casamento é pra sempre. Não tem essa de casou e não deu certo separa. Acredito sinceramente que Deus separou uma pessoa pra cada ser que ele criou, e Deus não é maluco, ele não separaria 3 homens diferentes pra você casar durante a sua vida. Pronto, já descobriram porque não gosto da Gretchen.
Acho que nada paga acordar num domingo ensolarado e levar os filhotes pra passear. (Ainda que isso demore um pouco).


Quero cuidar do jantar, das nossas roupas, da MINHA casa. Sei que problemas virão, apesar de que eu e Rê nunca tivemos problemas. Pode acreditar, a gente nunca brigou. Mas não alimento a ilusão de que tudo será um mar-de-rosas. Até porque, casamento é bem diferente de noivado ou namoro. A diferença é que, quando os problemas vierem, nos saberemos resolvê-los. Eu não vo querer me separar dele só porque eu durmo sem ventilador ligado e ele só sabe dormir com ventilador ligado. E também não pretendo fazer como essas pessoas que dizem: "Não foi com essa mulher que eu me casei!". Foi com qual então? Acho isso ridículo porque ninguém obrigou a pessoa a casar, casou porque quis, agora não reclama. Levou pra casa consciente do que tava levando. O tempo muda as pessoas e as pessoas mudam com o tempo. E todo casal deveria entender isso. O que é necessário é que o amor seja maior que o tempo e que as mudanças. E é necessário também aprender a adaptar-se.

Bem, mas deixemos casamento pra depois porque ainda não é desse momento que estou desfrutando. Estou em um degrau abaixo. rs

Vou ter que me acostumar a usar uma coisa de ouro, porque não sou muito acostumada. Não pelo fato de ter poucas coisas de ouro, é por não gostar mesmo. Na verdade não é nem por não gostar, é porque eu gosto muito de prata, ouro branco e tal, e imagina eu toda de prata, com um anel de ouro? Não combina neh? Mas sem problema, vô usar mesmo assim!

Falar nisso, a aliança já ta comprada, e é linda! Vô colocar fotos aqui depois de sábado podem ficar tranquilos. rs
Bem, então é isso... Tô na promessa ainda de fazer o post sobre como vim parar aqui no trabalho, mas como sei que vai ser longo tô com preguicinha, rs. Mas prometo que no findi eu faço!
Desejo a todos um bom feriadão e um ótimo findi, porque eu sei que o meu vai ser esplêndido!

Aqui não é a Globo não, mas... "A gente se vê por aqui"!

Meu beijo,
Carollll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

0 comentários: