Status novo!

Meu status do orkut vai mudar daqui há 32 dias! De "namorando" para "casado"! rs
Bem, tô passando rapidinho só pra dar as news... Domingo 11h é o meu casamento CIVIL (não confundam com o religioso!), lá na igreja (Av. Pedro da Cunha 20 - Realengo - RJ, próximo à praça da Piraquara). Quem quiser ir pode, tá todo mundo convidado!
E vim também divulgar o site do meu casório! =)
É no link abaixo:

http://www.noivacarioca.com.br/webspace/space.asp?content=home&uid=LFQL1NS3JDW2VBI1Z3

Entrem, fuçem e fiquem a vontade!

Asta la vista!
..
*

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Rio - Brasília - Belém - Rio - São Paulo - Rio - Friburgo - Rio

Não quero nem contar quantos dias não venho aqui! Bem... Como já diz o título, eu não parei né!
Não quero me alongar falando das viagens então resumirei um pouquinho do que foi cada uma porque tenho novidade para ca-ra-ca!

Brasília: Sem graça como sempre. Mas dessa vez deu pra tirar fotos em frente ao pontos turísticos pra pelo menos verem que eu estive lá. Tudo bem que ficaram do tamanho de um palito de fósforo lá atrás de mim, mas pelo menos é uma foto!

Belém: Amei! Diferente de Brasília lá é massa. Mas o que eu mais gostei mesmo foi estar com pessoas da minha família que eu não via desde os meu 8 anos de idade. O ruim de Belém é que lá é muito quente. Imaginem o RJ num dia de 40º. Lá é assim às 6h da manhã e todo dia. Tomei Tacacá, fui ver o rio Guamá, comi tapioca, tomei sorvete de açaí com tapioca, foi demais. Vô postar umas fotinhos aqui pra vocês verem depois. Em resumo, Andreá e a família me receberam muito bem e minha passagem por lá foi linda.

São Paulo: Sou suspeita para falar... amo Sampa! Antigamente, antes de trabalhar, ia pra lá 2 vezes ao ano (férias escolares), mas depois que a gente cresce, vira gente e começa a trabalhar fica difícil tal façanha. Tinham 4 anos que eu não ia lá. Mas o que foi mais 10 é que o Rê foi comigo e a minha família todinha de lá pôde conhecê-lo. Fomos eu, Rê, Camila, Brenno e minha vózinha. Foi um fim de semana somente, mas acho que foi um dos mais divertidos do ano! (Posto fotos depois também, prometo!)

Friburgo: Cheguei nesse fim de semana de lá. Fui conhecer a família do Renan por parte de pai. Imaginem meu nervosismo... Abafa! Mas todo meu medo foi substituido o fim de semana todo por gargalhadas, risadas e muita alegria, nunca vi um povo tão alto astral! Super receptivos, super educados, super carinhosos. Me senti super em casa. rs
Parece que eu já conheço eles há 15 anos. Nós fomos lá falar sobre as coisas do casamento e talz (Tá super perto!), e entregar os convites. O massa é que eles falaram que vem todos, e tão pensando em alugar um ônibus, não é demais? Bem... Chegamos domingo e fomos direto pra igreja com a maior fome do Universo. Domingo foi aniversário da minha super Mammis e teve uma homenagem super bonita pra ela na igreja. Ela merece! Meu coração tá sangrando porque é o último aniversário dela que eu moro com ela =/
Bem, mas a gente vai continuar se vendo e muuuuuito, a igreja nos proporciona isso! =)

Rapidinhas:
Estamos super atrasados em relação aos convites, até agora só a família paterna do Renan recebeu!
Tá marcado o chá de panela
Coloquei as listas de presentes em duas lojas
Paguei a auto-escola e o DUDA, emborrachem os postes que daqui a pouco tô na rua!
Acho que não cheguei a comentar aqui... Eu e Rê compramos um carro! ( Ñ aguentava mais =/ )
Fim de semana agora viajo de novo! Rs

A gente não paraaaaaaaa
Asta la vista!
CG

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

News

Hello hello olá! E ai meu povo como tem passado? Porque eu tô ótimaaaaaa.
Bem, tenho muuuuuuuitas novas pra contar!

Se tivesse que definir essa última semana com uma palavra não teria outra, seria sem dúvida: Correria!
Deixa eu me explicar... Todo mundo já viu a crise econômica certo?
Pois então, eu estou amanado a crise. Calma, ante de me chamar de louca, escute. Ou melhor, leia.
Devido a crise muitos bancos estão quebrando, outros não tem capital de giro. Devido a esse problema o público que "consumia" esses bancos não consomem mais porque não tem dinheiro lá. Resultado? Todos correram para nós! Hehehehe....
Explicando... O nosso banco, que é francês, vai muito bem obrigada. Isso quer dizer que a crise não nos afetou ( e espero que nap afete). Sendo assim podemos trabalhar normalmente, enquanto eles não. Isso quer dizer que: Estamos na frente deles!
Essa semana tinha tanto cliente lá, tanto cliente que até me emocionei! Era tanta coisa pra fazer que pensei que não dariamos conta. Mas demos. Podem me chamar de maluca, mas agradeço muito a Deus pela crise mundial.
Na quinta o Renan me buscou no trabalho e disse que quando chegassemos iamos ver uns filminhos.
Passamos na locadora no caminho e alugamos três. Infelizmente só deu pra ver um, e que é muito bom. Recomendo: "Uma história de amor" - Com Mandy Moore.
Quando chegamos fui tomar banho. Ai quando sai do banho ele falou que era pra eu ir colocando o dvd no home enquanto ele fazia a pipoca. Estranhei porque dessa vez ele quis inverter a ordem. Ele detesta ir pra cozinha! Até pra fazer pipoca. Olhei pra cara dele: - Tem certeza?. Aí ele respondeu: - Tenho amor, põe o filme lá logo!
Aí eu fui né. Liguei o home, coloquei a tv no modo vídeo. Aí peguei o filme. Quando abri a capinha do filme, vocês não sabem o que aconteceu. Caiu uma chuva de papeizinhos em cima de mim. Era muito papel! E em cada papel desse estava escrito Eu Te Amo. Saí correndo pra cozinha abracei ele e beijei, ele ficou rindo todo bobo e eu mais ainda.

Na sexta, ele trabalhou de 6:00h às 8:00h (ser militar deve ser bom demais, rs). Ai ficou na casa dele, e foi me buscar no trabalhao à noite.
Ah eu nem contei né, eu e o Rê compramos um carro! Pois bem, ele vendeu o Palio em fevereiro, porque a prestação era um absurdo de alta e ninguém merecia. Ou a gente casava ou pagava o carro. Agora, que já tá tudo encaminhado pro casamento e falta bem pouco, nós sentimos a necessidade de ter um carro. Na verdade nós sentimos essa necessidade todo o tempo que ficamos sem carro, ai chega uma hora que não dá mais né?!
Continuando, ele foi me buscar e junto conosco foram a Lili, a Suelen, e a Érica. Deixamos todas em casa e eu comecei a passar mal absurdamente. Uma tonteira, dor de cabeça pesada, uma vontade de vomitar firme. Enjoô do carroi. Sempre tenho isso, é certo. E o pior, tenho enxaqueca mentrual, e essa era a semana D.
Comecei a ter ânsia de vômito dentro do carro e o Rê ficou desesperado. Mas não se enganem, o medo era de eu vomitar dentro do carro. rs
Pedi pra ele parar na minha tia pra eu tomar uma água sei lá porque a gente tava bem perto.
Paramos lá e ela me deu coca-cola pra eu melhorar. Acabamos ficando lá o resto da noite toda. E foi bem legal.
Quando já era uma 22:00h fomos embora. Tomei banho, coloquei uma calça bem confortável, dois casacos e deitei na cama da Camila toda cobertinha. O Rê ficou conversando comigo, fazendo carinho na minha cabeça... E depois disso eu não lembro de mais nada. Só lembro de acordar no sábado de manhã.

Sábado de manha já estava bem melhor. Aí fui no armarinho pra tirar xerox dos meus documentos pois íamos encontrar o carinha do casamento civil. Tirei as xerox's e quando o Rê chegou fomos na casa do cara, que é meu vizinho.
Ele mandou nos entrarmos e começou a fazer um monte de perguntas. Enquanto perguntava ia olhando nossos documentos.
Pegou uma ficha que tava em cima da mesa, e pasmem (!), enfiou na maquina de escrever. rs
Colocou o nome do Renan, o endereço, a profissão dele. Depois o nome dos pais, a idade de cada um e as profissões. Depois fez o mesmo comigo. Nos fez assinar três vezes lá e disse que precisaria dos documentos de identidade e cpf das testemunhas e da assinatura delas. Aí foi a hora que ele fez a pergunta. Que eu morri de ódio.
- Olha, o seu nome pode continuar o de solteira, ou pode acrescentar o Silva.

Eu olhei pra cara do Renan com a maior cara de "Como assim?". Meu nome ia ficar Carolina Silva Guimarães Silva? Tá brincando!
Ai eu perguntei se não podia tirar o meu Silva e colocar o dele. Ele disse que não, senão o promotor que autoriza ia entender que eu não coloquei o nome dele, só mudei meu sobrenome de lugar. Fiquei irritada. Que raio de promotor mala é esse?
Aí o Renan já prevendo o escanadalo que viria falou baixinho: - Ah amor... deixa o de solteira então...
- Não!

Aí eu fiz uma ultima tentativa. Olha, pode ser assim então, tira o meu Silva, e coloca o sobrenome dele todo. Ia ficar: Carolina Guimarães dos Santos Silva.
O homem ficou olhando pra mim como que me examinado. E eu olhando pra ele com cara de paisagem. Ele percebeu que eu não queria de jeito nenhum continuar com o mesmo nome.
Aí disse: - É acho que assim dá pra passar... O promotor vai entender que você tirou o seu e acrescentou todos os dele. Já tava com raiva do promotor sem conhecê-lo.
Aí depois de resolvido a pendenga dos nomes ele começou a escrever e falar assim: - O problema de mudar os nomes é que dá trabalho né, tem que mudar todos os documentos e tal...
Acho que é um problema meu né? Vai dar trabalho pra mim não é mesmo? Então deixa eu ser feliz caramba! Nessa hora eu percebi que não era nada o coitado do promotor que era chato. Era ele!
Bom, mais depois de tudo assinado, pegamos a Fabíola e o Brenno, tiramos cópias dos seus documentos e eles foram lá assinar. Eles são nossas testemunhas. Fizemos o pagamento e pronto. Ele disse que daqui a 45 dias temos dois meses pra escolher a data, mas já deixamos claro que queremos a primeira semana de Janeiro. Tô ansiosa!

À tarde fomos pra célula lá na casa da Michele. Depois da célula fomos pra Jacarepaguá terminar de colocar o insul-film no carro. (Eu não sei como escreve insul-film! Mas acho que tá certo.)
Voltamos e o Rê deixou eu e a Michele no salão, lá onde eu vou fazer o dia da noiva, pra fazer o orçamento, levei a revista com a maquiagem que eu quero, mostrei o cabelo que eu quero. Ela me falou o valor mas acabei ganhando também isso de presente. rs
Papai do céu é bom de mais. Quando o Renan tava indo lá em casa buscar a revista com a maquiagem que eu queria o pneu do carro furou porque ele caiu num buraco. E o pior, na hora que ele caiu no buraco ainda voou uma pedra de dentro do buraco na cara da mulher que tava na calçada. Foi um parto pra trocar o pneu. Porque o pneu furou e o step também estava furado. E onde se encontra um borracheiro sábado à noite? Bem o Rê depois de muito rodar achou. Mas e o macaco? Fomos dar falta somente nessa hora. A nossa sorte é que parou atrás do nosso um carro da "Escolta Armada" e a alma boa que estava naquele carro nos emprestou seu macaco. Isso começou 18:30h aproximadamente. Quando o Rê terminou era 21:30h.
Corremos pra casa pro Re tomar banho porque tava todo sujo de graxa. E de casa voamos pro shopping, pois tinhamos que comprar o presente da minha afilhada. Amanhã é 15 anos dela.
E eu não vou estar presente...
Motivo: amanhã de manhã viajo pra Brasília. O voô é 7h da manhã. A noite de lá mesmo sigo pra Belém. E só volto no próximo fim de semana.
Tô meio ansiosa pra ir à Belém porque vou encontrar pessoas da minha família que só vi uma vez na vida e isso faz 10 anos. Eu tinha 9 anos quando vi pela 1ª e ultima vez a Andréa e sua família. E eu estarei indo pra casa dela. Não é estranho? rs
Estranho e engraçado. Ela é casada e tem 2 filhos. A Gabriela, de uns 10 anos, e o Tomás, de 3 aninhos. Prometo colocar fotos aqui da viagem e de lá. Só não prometo colocar de Brasília que é a cidade mais sem graça do Universo. rs
Bom, então já saibam que semana que vem estarei completamente off da net. Só responderei qualquer coisa que seja no dia 18. Dessa vez não estou com medo de voar, rs. Me desejem boa viagem!

See you!
Kiss

PS: Amor, já estou morrendo de saudades suas. O domingo sem você é gris. Não posso acreditar que agora só nos veremos sexta. Eu amei todas as surpresas que você me fez, inclusive a flor de chocolate! Você é meu sonho. Não esquece nenhum segundo que cada fôlego meu está dizendo pra você Eu Te Amo. Sou apaixonada por você absurdamente! Te amo monstrinho http://www.ilona.com.br/blog00549.gif

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Relacionamentos - Por Arnaldo Jabor

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. Detesto quando escuto aquela conversa: '- Ah, terminei o namoro... - Nossa, estavam juntos há tanto tempo... - Cinco anos.... que pena... acabou... - é... não deu certo...'

Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou.
E o bom da vida, é que você pôde ter vários amores.Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos essa coisa completa.

Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.

Tudo junto, não vamos encontrar. Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro.

Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...

Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta .
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não brigue, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.

Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.

O ser humano não é absoluto.Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta . Nada de drama.

Que graça tem alguém do seu lado sob pressão? O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa.
Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão.
Nascemos sós. Morremos sós.


Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói.
Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse...


A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.

Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear.
E nem toda relação legal é para descartar, ou se apaixonar, ou se culpar. Enfim...

Quem disse que ser adulto é fácil ?

Arnaldo Jabor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Sim sim! Eu quero SÓ você!



É amor já era... Pq eu quero só você!
Meu monstrinho, te amo!

;*

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Madonna aqui? Que sorte a nossa hein?!

Boa Noite! Cá estou mais uma vez! Meio sumida mas agora presente. Andei meio doente, mais agora curada.
Quero antes de qualquer coisa comentar sobre um assunto do momento. E o assunto é.... o show da Madonna.
Não sei se não curto tanto assim essa mulher porque sou "recente" e não peguei sua época de maior fama e a qual as pessoas queriam ter uma overdose de Madonna, mas o fato é que, não vejo nela nada demais. Acho que existem sim aqueles fãs fanáticos que davam a vida por ela, mas acho que mais da metade dos que berram o nome dela são mais um na multidão. É isso mesmo, acho que são aquele famoso tipo que a gente já conhece: maria-vai-com-as-outras. Muita gente quer ir no show por alguns motivos realmente muito pertinentese indispensáveis, quer ver só? Vamos lá...

Primeiro: Caraca, Madonna aqui no Brasil? Isso é inédito! Pode ser até que ela nunca mais venha! Pode ser que ela morra sem nunca mais fazer um show aqui e vejam só, nós pobres mortais morreremos sem nunca ter conhecido a Maddonna. Aliás, tem também aquele fator de que realmente, ela não vai ficar reservando um tempo na lotada agenda dela pra vir ao Brasil não é mesmo? Afinal, o que ela viria fazer nesse país de terceiro mundo? Nesse país que é tão atrasado que tem até cobra no aeroporto? Esse país sem graça e sem cultura onde as pessoas não sabem nem o que significa "Like a Virgin" e muito menos "Hung Up"?
Esse país onde as pessoas tem um gênero musical tão louco e a estranha mania de ficar colocando a genitália num objeto enquanto canta "Vai ralando na boquinha da garrafa, é na boca da garrafa!". O que ela viria fazer aqui?

Segundo: Quando nós teremos novamente a oportunidade de ver uma loira rebolando num palco? Acho que nunca! Afinal aqui nem tem loiras, muitos menos que querem rebolar seu bubum (na maioria das vezes enorme) perante uma camera.

Terceiro: Se não formos a esse show não poderemos estampar em nosso orkuts, blogs, flogs, e até no nick do msn que estivemos lá! E veja só, isso é um trófeu! ¬¬

Com toda sinceridade? Acho rí-di-cu-lo! Tenha certeza que eu brigaria muito mais pra assistir a um show de alguém como Adriana Calcanhoto ou Djavan do que da loira... Entendam, não sou anti-Madonna. Não tenho nada contra ela, nem a favor... Mas seja sincero consigo mesmo. Se você não sabe cantar nenhuma musica dela a nao ser Like a Virgin (e só essa parte), não é fã, não acompanha a vida da mulher... poupe-se! Não vá! Economize seu dinheiro! E entre comigo nessa campanha: "Não vou ver a Madonna e sou feliz!"
Encerro aqui o assunto Madonna...

Prometo que nó próximo post comentarei sobre o casamento da Juliana Paes e o da Sandy! Minha língua, ou melhor meus dedos, estão coçando pra falar deles!
Deixo aqui um viodeozinho massa com uma músiquita que adorooooooo...



Hasta la vista!
;*

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Oi gente blogueira! Hoje o meu sinal de vida vai direto de Salvador - Bahia!
Pois bem, cheguei hoje a essa cidade maravilhosa II! (Pq a I é o Rio)
Cheguei no aeroporto e para o meu desespero não tinha ninguém a me esperar. Sendo que na sexta eu ja tinha ligado pra pousada pra confirmar que iriam me buscar pois eu inclui o serviço de translado no pacote. Mas o fato é que não tinha ninguém lá. Liguei bem malcriadamente pra pousada q elesme garantiram q o menino tinha ido me buscar sim. Meia hora depois chegou ele com cara de coelho assustado pq tinha ficado num engarrafamento... rs
Aqui a cidade tem cheiro de acarajé e batuque o tempo todo. É gostoso e cansativo ao mesmo tempo. Hoje quando sai da PAV (vim a trabalho), eu fui pro Pelourinho de Plano Inclinado, que faz o mesmo serviço do elevador Lacerda, sendo que não é um elevador, é tipo o bondinho que tem lá no Pão-de-Açúcar, no RJ. É lindo e dá medo, porque ele vai balançando até lá em cima. Mas qnd chega a vista recompensa todo medo.

Não me canso de dizer como amo essa cidade. Avida ébem simples e deliciosa nesselugar. As pessoas encaram a vida com a calma de um idoso e a curiosidade de uma criança. Feliz por estar aqui. E triste por outro lado, por não estar do lado de quem mais amo nesse mundo. Cheguei na pousada qnd voltei do trampo e fiquei pensando na minha mãezinha... Amo tanto ela. Às vezes acho que deveria falar mais isso e não tenho falado. Ela é um grande exemplo e referencial pra mim. Guerreira toda vida.
E to sentindo falta do calor do abraço do Renan. Dos braços grandes dele me envolvendo enquanto eu coloco a cabeça encostada no seu peito e fico escutando o seu coração bater... Melhor parar senão eu choro. E ainda falta alguns dias paraeu vê-lo de novo. É impressionante essas coisas que o ser humano é capaz de sentir. Nunca pensei que eu sentiria algo assim. A saudade é tão grande que parece fome. Ele pode estar bobo, legal, chato, ranzinza, divertido, que em mim o sentimento não muda, continuo sendo louca por ele!

Eu estava falando de uma coisa chata que é sentir saudade, mas sexta eu mato ela toda, não tem problema! E ai o limão vira limonada, docinha docinha!

Levem a vida no sossego, porque ela é doce doce doce, a vida é um doce de mel!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Sinalzinho de vida!

Quem é vivo sempre aparece, e ó eu cá!
Esse dias foram resumidamente PERFEITOS! Definimos a lua-de-mel (mas agora tá definido mesmo!), graças a uma luz que a Joana me deu... (Joana é minha chefe).
O destino eu vou guardar segredo e vocÊs só sabero dia 21/01/09 qnd eu voltar de lá e postar fotos! Mas já vo adiantando que é um lugar paradísiaco! Se Deus escolheu um lugarzinho pra fazer aqui na terra um pedacinho do céu, esse lugar é lá!
Hoje o Rê me ligou e disse q tava malzinho... Ai eu perguntei se era de saúde ou de cabeça (neuroses...), e ele disse q era os dois. Eu tava no Centro da Cidade e ele na Tijuca. Como ele tava de serviço e não podia sair resolvi encontrá-lo. Sai do Centro, peguei o metrô e fui direto pra Tijuca ver meu Amendoim... Ai preparei uma surpresinha para animá-lo, comprei uma barra de chocolate que é um coração de braços abertos e no meio tem escrito: "Te amo um tantão assim", e ainda coloquei uma carta liiiiiiiinda que fiz hoje à tarde pra ele. E no verso coloquei a música 100% você do Chiclete só pra ele rir um poquinho... rs

Cheguei lá, conversamos durante uma meia hora e senti que ele ficou mais calminho... Dei um remedinho pra dor de cabeça pra ele e conversamos. O Rê não é mulher mas às vezes eu juro pra mim mesma que ele tem TPM, rs. Sabe aqueles dias que antecedem o período menstrual e a gente fica carente achando que ninguém nos ama e necessitando de um colinho? Pois bem, ele tem isso, rs. Sendo que logo em seguida não vem o período menstrual né... (graças a Deus!).

Terça-feira estarei indo novamente para Salvador. Mais uma vez... à trabalho! Ê trabalho chato não? Hehehehe...

Bom, só pra registrar, não comentei nada sobre a viagem de Brasília pq levei a câmera pro aeroporto, sendo que no caminho fiquei tirando fotos no carro, e esqueci a câmera em cima do banco, rs. Se eu não esquecesse não era eu! E além do mais, Brasília é a cidade mais sem graça do Universo! Não tem absolutamente na-da pra fazer =/
Mas Salvador eu não esqueço não... ainda mais agora que eu já vou mais espertiha e sabendo dos lugares, vô tirar um zilhão de fotos!
Bem meu povo, então é isso... Vô fazer uma promessa de ano-novo que serei mais assídua aqui! Rs
Beijo pra quem passar por aqui!
Carolllll

Obs: Amor, você é meu Amendoim e eu sou sua Deusa de Massinha! Te amo... =]


A pose da Marylin!


Tony Garrido e Marylin Morena! (kkkkkkkk)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Isso aqui ôô, é um pouquinho de Brasil aiá!

Isso é uma passada corrida só pra dar um oi!
Amanhã, quer dizer hoje (porque já são 00:02), estarei indo pra Brasília! Vou ver o Lula, rs.
Mas já já tô de volta e tudo fica certo... Não tenho mais o que dizer, só que está tudo bem na vida.
Meu amorzão foi almoçar comigo hje e foi td de bom! Amo essas surpresas dele! rs

Bom, Brasília é um lugar que nunca fui e tô curiosa pra ver como é lá... Espero que seja tão legal quanto Minas, São Paulo, Salvador... e é claro, meu Rio!
Vô postar fotinhos do lugar pra vcês verem por onde eu passei...
Estou tendo certos pensamentos que não consigo calar... me ajudem! (Eu imploro)

Pela primeira vez na vida tô com medo de voar, e olha que já viajei de avião várias vezes.... Mas se Deus quiser vai dar tudo certo. Quando voltar posto tudo sobre lá!

Beijos especiais: Meu vôzinho, meus pais, minha irmã, e o Rê, amor da minha vida...
Não sou eu sem vocês!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

I feel good!

Sim eu me sinto bem! Muito bem!
Tem tempo que não apareço aqui mas prometo aparecer com mais frequência...
Nos últimos dias não fiz nada de tãaaaao especial, e tudo foi especial ao mesmo tempo, rs.
Viajamos no fds e foi tuuuuuudo de bom. Teve muita dança na viagem, teve a companhia da Michele (Estar com a Michele é sempre tudo de bom!), teve meu amorzão (!), teve também o Matheus, que era o menininho que eu fiquei apaixonada e queria trazer pra casa... Calma gente, calma, ele tinha 7 aninhos...

O trampo tá cada dia melhor, enfim a paz reina no setor...
Essa semana, não lembro bem o dia vimos o filme "O Reino", que fala sobre a guerra dos mulçumanos lá do Oriente Médio contra os EUA... Mó filmaço, recomendo muito!

Segunda-feira eu tive um péssimo pressentimento, e o pior, de algo que eu não sei o que era... Simplesmente estava sentindo uma sensação ruim, como se algo muito mal fosse acontecer. fiquei pensando nas pessoas que amo, preciso aproveitá-las! Não sei se amanhã terei tempo...
Pensando dessa forma, ontem eu vim em casa, catei umas roupas e fugi pra dormir com meu vôzinho... Gente, meu avô é muito perfeito! Sou extremamente fascinada por ele. Admiro e amo apaixonadamente... a história de vida dele é algo que me inspira. Qualquer dia conto a história aqui.

Mudando de assunto... Cada dia que passa nasce uma nova espinha de nervoso em mim, rs. E olha que ainda faltam 5 meses pro casamento! Tô me tornando uma noiva neurótica! Tô comendo mais do que devo, e me exercitando menos do que deveria...
Daqui a muito pouco tempo entro nessa agitação de enviar convites para parentes de outros estados... Meus Deus, que tarefas mais gostosas!
Hoje mesmo me perguntaram se eu tinha certeza do que tava fazendo. Cara, nunca tive certeza de nada na minha vida como tenho disso! Não penso um minuto em voltar atrás, só sei olhar pra frente, e imaginar um futuro lindo do lado do meu príncipe.
Qualquer hora passo aqui com mais calma. Be happy forever people!

Beijos especias to Daniela!

..
*

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Caracaaaaaaaaaaaa

Tipo 14 anos e meio que eu não passo aqui! Passando voando para atualizar rapidão!
Aí vão algumas fotinho rápidas!

Eu e o Amorzão da minha vida...

Esse é o Gabriel gente! Meu priminho mais novo... Lindo né?!

Mais uma nossa...


Rapidinhas:
- Venci meu medo e fui ao ginecologista (Nem é tão ruim assim, rs)
- Experimentei o vestido de noiva!
- Inflamou e já sarou a garganta
- Fiz exame de sangue (É estranho mas eu gosto de injeção)
- Definimos o roteiro da lua de mel
- Me frustrei com a igreja que escolhi pra casar e agora não sei o que fazer

Dica do dia: Entrem no site do meu casamento...
http://www.noivacarioca.com.br/webspace/space.asp?content=home&uid=PKUPL1XOOGZ3YELC2EGT1N5

Beijoca,
Carolll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Me cansei de lero lero...


Dá licença agora eu vou sair do sério!

Estou querendo mudar, preciso mudar... Mas não sei o que e nem por onde começar. Estou sufocada por aquela sensação de rotina, de coisa monótona, que vai te enroscando ao poucos e quando você vê já está completamente tomada assim como o bote de uma venenosa cobra. O problema tá em mim, eu sei. Pensei nos cabelos, mas prometi pra mim mesma e pra alguns que dessa vez eu deixaria crescer. Mulher precisa mudar. (Falo por mim, pois não quero queimar o filme de todo um gênero por conta de minhas idéias).

O fato é: Preciso mudar. Esse é meu único meio de viver. Não sei se as pessoas ai fora pensam igual, mas quem é que consegue viver sempre do mesmo jeito sem achar entediante? Não digo de pessoas ao meu redor, nem de atividades que sou obrigada a exercer, mas de algo maior que isso. Algo de mim comigo mesma.
Tenho um fascínio por mudanças. É como se revirar, se revirar, e continuar sempre mesma. Sair de órbita, e continunar "me" sendo.

Ando num momento de decisões. Uma demanda...
E decisões, sempre carregam em si, a reboque, outras tantas. Das mais graves às mais simples.
Reparem, é sempre assim.

Tudo isso é para dizer que estou por aqui, porém ocupada com outral mil e tantas coisas que necessitam de um veredicto meu nesse momento, mas concomitantemente já venho pensando em meus próximos passos, de hoje até março de 2009. Sim, minha vida tá programada até março do ano que vem. Pasmem, rs. Cada passo está severamente calculado.
Estou com uma certa curiosidade de conhecer o desconhecido que sempre existe. Curiosidade de descobrir o que há no outro, no mundo, nas coisas da vida, na próxima esquina, em mim. Acho que eu daria uma boa antropóloga.

Pra encerrar quero registrar aqui meus aplausos de pé ao Lula. Eu não sou fã do Lula. Eu já tô legal dele, não encararia um terceiro mandato, tampouco votaria nele nas próximas eleições se é que ele pudesse se eleger. Mas tenho que reconhecer que ele merece os aplausos do povo brasileiro. Me interesso bastante por política mas procuro não me envolver porque é muita sujeira. Nunca fui fã de presidente, nem tampouco considerei nenhum herói. Mas vendo um discurso do Lula semana passada confesso que me emocionei. Aquele cara é brasileiro minha gente. É do povo. É humilde e pobrão mesmo, dá pra ver no jeito de falar. Sei bem que um governo PT e isso mesmo, muitos cifrões no bolso, mas tem coisas que precisamos engolir apesar de. Acho que já me foi trazido uma certa maturidade para entender que não haverá um presidente modelo, exemplo. Portanto a gente vai se virando com o que tem. Quando ele falou esbravejadamente num discuros na semana passada a seguinte frase eu pulei da cama em risos e palmas: "- A Amazônia tem dono! A Amazônia pertence ao povo brasileiro. Não tem essa de estrangeiro ficar chegando aqui e levando o que é nosso. Precisamos nos revoltar sim contra isso!".
Eu sei que eu não fui a única a plaudir. O congresso aplaudiu, e muita gente em casa aplaudiu também. é uma absurdo 37 mil fazendas pertencendo a estrangeiros na NOSSA Amazônia. Quanto a isso, devemos agradecer a Fernando Henrique Cardoso. Não sei onde vamos parar, não sei, não sei.
Lula mandou muito bem. Salve Luiz Inácio. Metalúrgico nordestino.

Ah se todos pensassem como você...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Ô ô ô, o fimdi chegô!
Ui ui, já tava cansada da rotina da semana. Eu aaaaamo trabaçhar, mas às vezes até os workholics precisam de um pit stop não?
Quarta foi aniversário do meu amorzão e teve cineminha e Mc D's delícia delícia! Aliás... que filme foi aquele peloamordiDeus? Filme bom demais, tudo tudo!
Mas essas estrpulias não são aconselháveis em pleno meio de semana, principalmente pra quem acorda cedo demais no dia seguinte, pra mim então pior ainda... fui pro centro igual um zumbi. Não tentem isso em casa hein meus amores? Rs. Mas no fim valeu a pena, a noite foi super-super e era por uma boa causa neh? Fazer o que, quem muito quer... muito consegue!

Eu não parooo!! Tô em chamas!!! Hahahahaha..... Tô amando ter tanta coisa pra fazer. Fico que nem um peru de natal bêbado, mas ao menos sei que estou gastando meu tempo com algo que tem valido a pena. Cada dia é uma novidade. E é bom ver que você cada vez me torno uma pessoa melhor e me sinto bem.

Essa semana ouvi de umas três clientes diferentes lá na empresa que sou meio tímida. Vocês acham? Eu sou um pouco... às vezes. Com quem eu não conheço eu fico mais, não sei porque. Acho que depende do dia. Ninguém é o tempo todo a mesma coisa né... Mas eu curti ouvir isso porque foi um comentário que nunca ouvi antes, sempre me esforço pra ser o mais extrovertida possível... foi engraçado. Dei boas risadas. E é isso que vale!

Finalizando então... Bom restinho de sábado pra todo mundo, e feliz dia das mães pra todo mundo que é mamãe e pra quem é filho também porque sem os filhos nenhuma mãe é mãe! Parabéns pra minha, que é a melhor mãe do mundoooooooooooo!


Beijo bom bom bom!
Carolina.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Pics!

Hello hello gente minha! Espero que esteja tudo bem por aqui porque comigo tá tudo belê! Bem, passei aqui rapidinho só pra não perder o costume, e pra dizer algumas coisinhas que aconteceram nesses últimos dias... Como são muitas coisas pra dizer resolvi que vô contar os acontecimentos por fotos! Tá aí, nunca fiz isso antes aqui né?! E o que não dá pra contar por foto porque eu não tenho, eu conto sem foto mesmo!

Fiquei pensando hoje... Imagina se eu fosse a advogada de Alexandre Nardonni e Ana Carolina Jatobá? Meu Deus. É exatamente essa a sensação que detona meu pavor de advogar. Nãso posso enganar as pessoas. Não posso defender algo pelo qual não acredito simplesmente porque preciso tirar meu "sustento". Hoje ví de perto um caso parecido com esse e fiquei indignada. Uma senhora tinha um filho deficiente mental. Ela e o marido, ambos muito velhos, tinham uma situação estável financeiramente falando. Até que o velho arrumou uma menina de 18 anos e decidiu dar o mundo pra ela. Começou vendendo as jóias da esposa, depois o dinheiro da poupança, até o dia que anunciou que sairia de casa. Deixou a coitada da velha sem nada com o filho doente. A senhora por sua vez entrou na justiça. A diferença dos dois era exatamente o advogado. Ela não tinha condições de pagar um bom advogado e ele sim. O advogado do velho era bem melhor que o dela. Resultado: Mesmo sendo uma senhora já de idade e carregando um filho deficiente mental ela perdeu a causa. A irmã do advogado do velho indignada com o desenrolar do processo foi questionar ao irmão porque ele tinha feito isso, e a resposta dele foi a seguinte: "Eu não posso largar uma causa porque fiquei com pena da outra parte. Fiz o meu trabalho. Ninguém mandou ela não ter dinheiro e ainda contratar um advogado burro".
Fico indignada com essas coisas. O velho agora ficou com todo o dinheiro, a pobre da velha ficou só com a casa e uma merreca de pensão e ainda por cima um filho deficiente mental com problemas de saúde. Mas isso pro advogado não importa, o que ele quer, é dinheiro no bolso. Infelizmente, não sei ser assim. É fogo. Não tenho muito o que dizer, isso é só um desabafo.

Mudando radicalmente de assunto... Duas Caras tá muito boooooooom! Não, a cena em que a Maria Paula deu uma surra na Silvia, depois a sequencia na hora que ela foi na casa do Ferraço que eles ficaram se encarando... putz amei! E depois aquela hora que o mecanico foi pedir a Gislaine em casamento? Quase soltei fogos! Rs. Eu só não to gostando é dessa história do Juvenal não ficar com a Alzira e sim com a Branca, e da Bijou não ficar com o Petrus e sim a Bijouzinha... A Bijou que tem que ficar com ele, ela é muito mais mulher. A bijouzinha é muito idiotinha.
Bem, mas encerrando aqui os assuntos que não tem foto, vamos às fotos!

Eu e Rê no Forte de Copacabana no feriadão... eu já descalça favelando geral, rs. É aquilo, a gente sai da favela mas a favela não sai da gente... rs

Teve Michele lá também! Nossa vela oficial estava presente, rs.

Tá ai o livro que eu to lendo, que dá lições sobre a vida a dois. Interessantissimo! Com o livro descobri uma série de defeitos em mim que o Renan sempre "tentou" reclamar mas eu era metida demais pra enxergar...

Carinho, carinho, mucho carinho! E olha lá o tamanhão já do cabelo ó!

Mais carinho... olha a minha cara de fuinha! Hahahaha

Se mete com nóis não que a gente é louco meu chapa... hehehehe (Nunca pensei que fosse passar por uma experiência tão boa... amo muito e loucamente!)

Essa é só pra mostrar o tamanho do black! rs

Essa é só pra fazer charminho... Aquele povo ali atrás são so Roberts! É porque eu tava na igreja... rs

Família família acorda junto todo dia! Família família nuunca perde essa mania! (Spoleto!)

Tô agarrando esse instante com medo de que ele nunca mais seja meu! Deus me ama muito! Desistam, eu sou muito feliz mesmo!


E agora uma singela homenagem pro meu GRANDE amor... Rê!

"Agora a gente só vive grudado
Pela rua aos beijos e abraços
Todo mundo repara
E mesmo os meus amigos mais canalhas
Me dão razão quando eu falo

Que eu nunca mais quero outra vida
Me machucar pela pessoa errada
O amor tem cartas já marcadas
E eu nunca tive vocação pra otário
É, os tempos mudaram
E agora eu ando muito bem acompanhado".

Trecho da música "Boa Vida" - Cazuza.


No mais não há nada... Vida boa, boa vida!
Fui que fui!
Carollll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

O que é que a baiana tem???

Todo mundo tem que me perdoar pela minha demora, rs. Bem tenho tanta coisa pra contar que nem sei por onde começar! Acho que vô seguir a ordem cronológica dos fatos. Sendo assim, começo falando da Bahia.

Bem, Salvador é uma cidade indescritível! Sei que isso parece ignorância pois no óbvio se um lugar é indescritível eu não posso descrevê-lo certo? Mas Salvador é indescrtível no sentido de: Por mais que eu fale e explique, e detalhe aquele lugar, vocÊs jamais saberão na íntegra. Só0 quem vai lá e experimenta a vida que um baiano leva sabe a delícia que é!
Assim que você chega em Salvador, na saída do aeroporto, na rua que liga o aeroporto às paralelas tem um bambuzais enormes, que se envergam formando um arco em cima da rua. É como se você estivesse passando no meio de um gogante corredor de bambus. Falando assim parece ridículo, mas é a coisa mais linda! Quando você chega nas paralelas (aqui é como se fosse a Av. Brasil) Tem um outdoor imenso que tem o Bel do Chiclete, o carinha do Asa que eu esqueci o nome, e mais uns povinhos assim que gostam de fazer festa, e no meio tem escrito a seguinte frase: "Bem-vindo à Beijópolis. Mas pode chamar de Salvador". Ali já percebi que o povo gostava de uma farra mesmo, rs. Cheguei em minha pousada que ficava nio Pelourinho 00:20. Assim que fui chegando no Pelô fiquei fascinada. Tava de noite, não dava pra ver muita coisa e também tava bem tarde, mas meus olhinhos de curiosidade chamaram a atenção até da moça que me encaminhava pro quarto, que riu sozinha. Devia estar pensando: "Que bobinha, toda encantada com o Pelourinho". Pra ela já deve ser algo normal e corriqueiro aquilo tudo. Deve ser até sem graça eu acho. Porque sinceramente, eu já noa vejo mais graça nos pontos turísticos daqui. Acho bonitos claro, me orgulho de ser carioca, acho que não tem lugar melhor no mundo do que aqui, mas o fato é que já me acostumei, e acho que os baianos também já se acostumaram com aquela festa toda.


Por falar me festa, lá tudo é festa. Às vezes eu tava tomando banho e do basculante do banheiro ouvia o tempo toido um tambor tocando em algum lugar, risadas altíssimas, gente feliz sabe. Tá aí uma coisa que lá não tem e aqui no rio sobra: Gente emburrada. nos poucos dias que fiquei lá não vi um baiano chateado. E olha que eu bati foi perna viu. Eles são bem-humorados, de bem com a vida. São pobres, não tem dinheiro no bolso, a maioria ou é um assalariado que ganha bem pouco ou é autônomo e ganha pouco do mesmo jeito, e mesmo assim riem o dia inteiro. A cidade quando não tpa em festa tá ensaiando. rs

A pousada que eu fiquei ficava no pelourinho e vocês não tem noção, aquele lugar tem uma energia, coisa de louco. Dá vontade de sair dançando pela rua sabe. As pessoas são amigas, falam com todo mundo, tratam todo mundo bem, riem pra todo mundo. Eu me apaixonei pela Bahia. Engraçado que quando eu fui pra lá ouvi tanta coisa... Disseram que era extremamente perigoso, que era pra eu ficar infurnada na pousada, que o Pelô era sinistro, sujo, fedido. Pura mentira. Bem, não passeei tudo o que queria passear até porque fui à trabalho né , mas o pouco que andei achei muito pouco perigoso. A rua é movimentada o tempo inteiro! eles só abusam um pouquinho dos turistas mas é normal né, tem que vender o peixe deles. Quando avistam um turista eles vão em cima e oferecem milhões de coisas pro coitado do estrangeiro comprar. Tá ai outra coisa pela qual fiquei embabacada, a quantodade de turistas era absurda. E olha que nem fui em alta temporada. Eu imagino aquilo lá em pleno verão e chegando perto do Carnaval. O que eu mais via pela rua eram loirinhos dos olhos azuis, ou morenos do cabelo bem preto e liso do olho puxado. Tinha uns que os olhos era só um rasguiinho de tão puxadinho que era.

Salvador é gostoso demais gente. É música o tempo todo, é dança o tempo todo, tudinjho é motivo pra festa. O povo sabe ser feliz. Outra coisa que percebi, e depois fui pesquisar e minha desconfiança se confirmou. Vi muitos negros pela rua, muitos mesmo. Acho que o pelourinho todo é negro! rs. No site da Wikipédia diz que Salvador é a cidade que tem o maior índice de negros fora da África no mundo inteiro. Eram uma negas de quase 2 metros e com um corpo de fazer inveja até na Garota Melancia. Uns negões que matavam qualquer carioca rato de academia de inveja. Os caras eram imensos de fortes, os musculos eram todos saltados. Até as mulheres tinham os braços musculosos. As meninas não usam chapinha! Elas assumem o que elas são mesmo! Sem medo de ser feliz, rs. Algumas usam o cabelo black power mesmo, já outras optam pelas trancinhas, tá aí outra coisa, lá tem trancinha de todo jeito. Até a cintura, na altura do queixo, loiras, ruivas, morenas, nagô, rastafari, de todo jeito. E as pessoas se respeitam assim, e se gostam e se curtem. Eles não segueo padrão de beleza imposto pela mídia e são felizes assim. E todo mundo lá gosta.

O Olodum é famosérrimo! Todo mundo lá amaaaaaaa o Olodum. Timbalada e Araketu também. Engraçado que aqui no Rio é mais difundido Ivete, Asa de águia e Chiclete, porém lá, pouco ouvi falar deles. O povo gosta mesmo do som que é só da Bahia. Lá tem capoeira em todo canto, e em toda a esquina do Pelô tem alguém trançando o cabelo de um turista.

Ao redor to Pelourinho tem aproximadamente 6 a 8 igrejas. Na terça feira tem um evento chamado terça da benção. Tem missas em todas as igrejas em volta do Pelô, e depois quando acaba a missa tem um show no Largo do Pelourinho com todo mundo que tava nas igrejas. Já imaginou isso? É toda terça, religiosamente. É sagrado. Não há uma pessoa na Bahia todinha que nunca tenha ido na terça da benção. Vão rezar e depois se divertir! O povo diferente não?! Depois da missa a alegria é geral no show.

Se a gente juntasse o cenário bonito do Rio, com o ar feliz dos soteropolitanos ia ser uma cidade perfeita. Acho que seria um lugar tão perfeito que nem pode existir, senão todo mundo ia querer morar lá, rs.

E a comida? Noooossa, é exótico! Comi acarajé, abará, caruru, vatapá, cozido, carne de sol... E o que é a pimenta baiana minha gente? Um furacão na boca da gente!
A moda na Bahia é dançar arroxa. É um forró, só que um pouco mais assanhado sabe? rs. Para esclarecimento geral e tranquilidade do Rê é óbvio quie eu não dancei né, rs... Só espiei os outros dançando. É engraçado viu, porque eles não tem vergonha dos movimentos não, e fazem do jeito mais arrojado e na frente de geral. Tinha horas que eu ficava sem graça de ver os outros dançando, rs.

Eu amei tudo naquele lugar. O Bairro do Comércio, que é onde eu fui trabalhar; O mercado Modelo, que tem tudo o que um turista precisa pra levar da Bahia; O Elevador Lacerda, que faz a gente se sentir dentro de um cartão-postal; A praça da Sé com suas baianas lindas e se oferecendo pra tirar foto com os turistas; O Terreiro do Bom Jesus, que é um verdadeiro livro de história, e mostra a autenticidade de Salvador, a Fundação Casa de Jorge Amado que conta um pouquinho da história desse romancista que era alucinado pela Bahia.

Salvador é vida! É luz! É muito axé mesmo! Eu quero me mudar pra lá! rs. O povo é da paz. Salvador é um agito só, uma alegria, um fuá! Mas é um fuá gostoso. Nunca pensei em morar em um outro lugar fora do Rio até porque eu amor isso aqui, mas essa cidade me balançou viu. Pensei duas vezes se num futuro... porque não? Aquele lugar é a oitava maravilha! E já tenho até data pra voltar lá. Ano que vem, uns dos meses depois do casamento, quando eu tiver de férias do trabalho é pra Bahia que eu vô levar o Renan! Ele aprovou a idéia e tenho certeza que ele também vai amar!

Esse poucos dias que fiquei lá foram o suficiente pra me fazer perceber que a minha naturalidade é do Rio de Janeiro mesmo e eu amo esse lugar, mas o meu coração, sem a menor dúvida, é baiano!

Grande Lacerda, tú és aclamado, entre as nações és desejado, orgulho de tua cidade e teu país!
(Frase escrita no interior do elevador)

Vem para o Olodum, vem dançar no Pelô, vem meu amor chega pra cá me dá a mão!

Minha Bahia, quero você de volta!

No próximo post teremos: Feriadão; Escolha do vestido do casório (sim!); Forte de Copacabana (fotos!); Coisas legais pra você ler (rs); O livro que eu tô lendo que é demais (101 coisas que eu não sabia antes do casamento); E saudades que eu tô que preciso publicar nesse blog; Segunda é meu aniversário e com certeza vou ter novidadespra contar aqui!

Beijocas soteropolitanas,
Carollll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Malas prontas!

Não eu não tô abandonando isso aqui não tá gente?! Bem, esse fim de semana não fiz nada em especial. No sábado shopping a tarde com meu namoradão, quero dizer, noivão... rs. Comprei roupinhas e sandalinhas e fiquei feliz ao extremo! Como comprar pode fazer tão bem ao ser humano como faz à mulher? Comemos no batata inglesa contra a minha vontade, porque como sempre eu queria comer no spoleto, mas acabou que eu gostei do batata inglesa, mas o Big batata, que é o que vende lá em jacarepaguá é bem melhor. A noite, vi novamente Tróia. Vi esse filme no cinema, mas não lembrava de algumas partes, foi gostosinho rever! ainda mais com o meu amorzão me fazendo carinho... quando vi no ciinema eu era solteira ainda.

No domingo eu e o Re acordamos cedo, tinhamos uma tarefa muito importante pra cumpir: Pintar meu cabelo! Depois que pintamos percebemos que tinhamos esquecido um instrumento muito importantre da operação. As luvas! Detalhe: Nossas mãos ficaram todas pretas!
Depois minha mãe ligou e disse que era pra nós nos arrumar-mos pois ela estava com preguiça de fazer comida e íamos almoçar fora. Acabamos comendo pizza no shopping.
Quando cheguei fiz prancha, e me arrumei pra ir pra igreja. O culto foi maravilhoso...

Voltamos pra casa e fiz um macarrãozinho delícia delícia pro meu noivinho. Acabei comendo junto... Depois nos despedimos porque ambos trabalharíamos hoje. Ele subiu e eu entrei pra dormir.

Minhas malinhas pra Salvador já estão prontinhas! Quer dizer... prontinhas é mentira vai, rs. Mas que já está com meio caminho andado já está sim! Já está reservada a pousada, a confirmação de voô já está na minha mão, e a vontade louca de conhecer o que a baiana tem também já está explodindo meu peito! É verdade que eu vou trabalhar né... mas só na quinta e na sexta, no sábado pelourinho que me aguente!

Provavelmente não vou postar amanha, e como viajo na quarta agora só semana que vem, porque eu voltarei no sábado, com um tererê do pelô na cabeça, milhares de fotos baianas na câmera, e muito acarajé na idéia!

Então é isso meu rei... rs
Beijoca!
Carollll

PS: Beijo mais que especial pro meu namorido lindo lindo lindo que me atura e aguenta minhas maluquices no dia-a-dia. Você é meu peixinho viu amor? Brigadinha porque o meu cabelo ficou lindo! Te odeio pra sempre filho... =]

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Num para, num para, num para não!


Oiii gente! Quanto tempo! Putz... a vida tá loucura loucura loucura! Mas é uma loucura gostosérrima! Casamento pra ver, viagens do trabalho, facul pra adiantar (tô ferradona!)... Putz! Minha vida tá igualzinha o título dessa postagem! Rs.

Esses dias tenho lido muito jornal no trem, no caminho de volta pra casa... e tenho ficado chocada. Primeiro com os casos de dengue que tem se multiplicado à cada dia. Segundo com o descaso do governo com a população que está exposta a este perigo eminente. Gente, cadê o fumacê? Aquele carro que passa jogando a fumacinha fedida pro alto pra matar os mosquitos? Não tenho visto nem tentativas de melhora. Terceiro fiquei horrorizada com a história daquele pai que jogou a filha pela janela. Se já é estranho um ser humano fazer isso imagina um pai, que a gente presume que tem uma relação de amor com a pessoa... Esse mundo tá todo de cabeça pra baixo sabe. Hoje vi um filminho na facul que denotou bem a desigualdade e o preconceito que existe no Brasil. O nome do filme é "Quanto vale ou é por quilo?". Assitam, vocês não vão se arrepender. Depois de ver algo assim sou obrigada me juntar num coro com Renato Russo e perguntar a todos "Que país é este?".
Até os projetos sociais que nosso país realiza (a maioria, não todos), é visando retornos financeiros. Uma pesquisa realizada pela Unicef comprova que se todo o dinheiro arrecadado pelas empresas que tem programas sociais para crianças de rua fosse dado diretamente a eles daria pra comprar aproximadamente um apartamento de 25 mil reais para cada um a cada dois meses. Detalhe: Aqui no Rio de Janeiro existe em média 10 mil crianças de rua. Sente quanto dinheiro rola nos projetinhos sociais.... Tô indignada.

Pra terminar, vô colocar uma coisinha pra gente relaxar porque de coisa ruim o mundo já tá cheio demais...

"Eu vou torcer"
Letra e Música: Jorge Ben Jor

Eu vou torcer pela paz
Pela alegria, pelo amor
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...
Pelo inverno, pelo sorriso
Pela primavera, pela namorada
Pelo verão, pelo céu azul
Pelo outono, pela dignidade
Pelo verde lindo desse mar
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...
Eu vou torcer pela paz
Pela alegria, pelo amor
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...


É mestre Jorge, eu também vou torcer... Quem sabe não dá certo?

Amor e esperança sempre...
Carolll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Meu primeiro amor

Quando eu tinha 7 anos um dia cheguei em casa e peguei minha mãe vendo um filme com uma amiga. Já estava no finalzinho e minha mãe me olhou e disse: - Ih Carol, você vai adorar esse filme!
Na mesma hora eu rebobinei a fita e vi o filme. Quando terminou eu estava hipnotizada. Aquele filme era eu. Era tudo o que eu queria ser. Era tudo o que eu queria pra mim. Rebobinei a fita e vi de novo. E depois de novo, e depois de novo, e de nvo, e de novo, até acabar o tempo porque minha mãe tinha que entregar a fita à locadora. Eu vireir noites pensando no filme... Eu descobri o quanto eu era romântica com 7 anos. E descobri por causa daquele filme. Eu passei a atentar minha mãe e ela alugava pra mim o filme todo fim de semana. E era sempre o mesmo processo: Eu via, rebobinava a fita, via de novo, rebobinava de novo... e passava o fim de semana assim.
Chorei desesperadamente no dia em que a locadora do Seu Jorge fechou. Passei anos sem ver o filme. Todo mundo sabia da minha paixão platônica pelo filme. Várias pessoas me diziam que o fiolme passava direto na sessão da tarde, mas como eu estudava à tarde achava sempre que as pessoas faziam aquilo de maldade porque eu não ia poder ver mesmo. E ai eu imaginava que eles passa vam a tarde inteira se deliciando com o "meu filme" enquanto eu estava na escola e não podia vê-lo.

Quando eu tinha 12 anos minha mãe chegou em casa e disse que tinha uma coisa pra mim. Eu jamais imaginaria o que era. Ela jogou então um saquinho preto em cima do sofá e disse: - Você não pode ficar muito tempo com isso porque é da Renatinha tá?.
Quando abrio o saco entrei em êxtase. Era a fita. Repeti o mesmo processo que fazia constantemente 5 anos antes. via, rebobinava, via, rebobinava, via, rebobinava.... Já via com medo de que o tempo passasse e asinando pela próxima vez que eu irira ver, porque tão logo eu teria que entregá-lo à dona. Acho que eu vi tantas vezes porque já pressentia que eu ficaria mais longos 5 anos sem vê-lo. Eu era doente por aquele filme. Quer dizer, eu era não...

Eu passei a minha adolescência sonhando com aquela história. Ela era tão viva dentro de mim, do mesmo jeito de quando entrei naquela sala com 7 anos. As músicas do filme embalaram meus sonhos. Me lembro perfeitamente de todas as noites que eu desiludida com algupem deitei na cama, abracei bem forte meu travesseiro, chorei que nem cirança e fiquei lembrando do filme. Pensando em como eu queria ser ela. Sonhando em estar sentada no canto daquela mesma com meus pais e minha irmã e de repente Johnny chegar e dizer PRA MIM: "Baby não fica num canto...". Quantas milhões de vezes imitei aqueles passos. Sei todas as falas do filme. Todas. Até dos figurantes. Sei todos os erros de gravação. Sei o nome de todos os pincipaios atores. Sei como os portagonistas vivem hoje. é engraçado que eu já sei tudo o que vai acontecer e mesmo assim me emociono todaz vez que vejo.
No meu aniversário de 17 anos meu avô me deu um embrulho. Estranhei porque em toda data festiva meu avô só costuma dar perfumes, ou dinheiro. Rasguei o papel de presente e fiquei estática quando vi a capa do dvd que dizia "Dirty Dancing - Ritmo Quente". Finalmente eu tinha o meu! Um dvd do meu filme preferido pra chamar de meu! Só meu! Sem precisar dividir com ninguém, sem precisar ver rápido pra devolver pro dono, sem precisar ficar anos sem ver... Quando eu tivesse vontade era só colocar e simplesmente ver. Saí da festa, fui no banheiro, abaixei atrás da porta e chorei agarrando o dvd contar o peito. Nem eu entendi minha atitude. Acho que eu esperei aquele presente por 10 anos. Agora que me senti mais dona daquele filme do que qualquer pessoa, do que qualquer fã. Até porque eu penso que sou muito mais que fã. Eu sou é uma louca, perseguidora do filme.

Foi com esse filme que eu descobri o que é o amor entre um homem e uma mulher. Foi quando eu descobri que o amor ultrapassa as barreiras financeiras, as barreiras do preconceito social, as barreiras do moralismo. Foi nesse filme que eu aprendi que eu podia ser quando crescesse o tipo de pessoa que eu queria ser. Foi vendo aquilo que eu vi que aquele filme era eu. Meu sangue todo ferve quando vejo esse filme. Tudo o que eu queria era ter a oportunidade de falar com os protagonistas um dia. Dizer pra eles que aquele filme que eles fizeram em 1987 mexeu com a vida de uma garotinha bobinha e sonhadora que morava no Brasil. Infelizmente essa semana eu soube que o Patrick Swayze está com câncer no pâncreas, e tinha pouco tempo de vida. Fiquei trsite como se fosse alguém da minha família. É muito estranho porque nunca tive tanta afinidade assim com nenhuma outra coisa. Acho que jamais terei aquela oportunidade, de dizer-lhes o quanto amo o filme. E se todas as pessoas detestassem já teria valido à pena, só por eu ter visto.

Às vezes pego o dvd e fico alisando a capa com um sorriso no rosto. Como se eu realemente tivesse vivido aquilo tudo. Às vezes a impressão que eu tenho é de que eu vivi sim. E quando quero reviver, me jogo no sofá e assisto até cansar (o que nunca acontece). A minha lista de filmes já assistidos já passa de 580, masnão tem jeito, esse aí tá sempre no topo. Esse filme não me larga gente, rs. E nem eu quero me largue mesmo. Na minha opinião é o amor mais bonito que eu já vi no cinema. Ninguém me convence do contrário. Pode parecer exagero mas eu pedi a Deus pela vida dele. Não queria que ele morresse. Não agora. Ele não está tão velho assim. E minha simpatia por eles, e por ela, é muito grande. Gosto do filme de graça. E depois de grande acabei aprendendo que na vida... todo mundo dança!



Muita dança e muito amor...
Carolina.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Rapidinho!


Hello meu povo! Esses dias foram bons, bons, bons! Curti, ri demais, me diverti bastante, dancei muito! Teve viagem, teve jantarzinho que eu mesma preparei ontem (delícia!), teve pizzaria domingo à noite... E teve diversão pra caramba. Obrigada, obrigada, obrigada...
Quero agradecer as pessoas que direta ou indiretamente fazem parte da minha vida, e contribuem para a minha felicidade. Quero revelar minha pena àqueles que com intentos capengas procuram a minha infelicidade, infelizmente são pessoas frustradas... Porque eu sô muito feliz mesmo!
O que eu mais admiro nas pessoas é o jeito que essas próprias pessoas tratam as outras pessoas. Aqueles que tentam passar por cima SEMPRE caem do cavalo. Sem nenhumn esforço. Portanto vamos todos ser gente do bem galera!
Tenho sentido um medo tão alegre que nem parece medo! Medo de um futuro assustador e gostoso que está por vir... E que eu desejo muito! Quem me conhece sabe do que eu falo.
Rapidinhas: Saudade do meu Sapo, de teclar com a Danni, de trocar uma idéia com a Natasha, de encontrar a galera que foi "minha galera" na Saens Pena, de ficar jogadinha um dia sem fazer nada, de ver minha família de SP.
Já tô legal: Do trânsito do RJ, da minha prancha que tá quebrada, de homens que não valem nada e estão fazendo pessoas que amo muito sofrerem (e que nem podem ser chamados de homem na verdade), dos meses que teimam em não passar e não chega logo dia 17 de janeiro, de não conseguir conciliar facul e trabalho =[
Estou prendendo esse instante entre os dedos com medo de que ele nunca mais seja meu!
Asta la vista!
Carollll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

A gente sai da favela, mas a favela não sai da gente...

O centro da cidade é um barato. Trabalho na Av. Rio Branco, e na hora do meu almoço inevitavelmente acabo parando sempre na Uruguaina. A gente vê todo tipo de gente ali. Ontem tinha uma cara com um boneco, aparentemente feito de papel, e tudo o que ele mandava fazer o boneco fazia, sendo que, ninguém segurava o boneco. Eu e mais um bando de bobos ficamos olhando e tentando decifrar o tal enigma do boneco de papel, mas depois eu percebi que era em vão, porque é assim que o carinha ganha dinheiro, fazendo o truque. Mas juro que eu dava um dente da frente pra descobrir como ele fazia aquilo. Teve uma hora que ele falou assim: Vai, faz dez flexões ai! Ai o boneco começou a fazer e o povo começou a contar junto: 1! 2! 3! 4! Eu morri de rir nessa hora! O bonequinho subia e descia fazendo a tal flexão, rs.

Engraçado... Tanto lugar pra eu ir no centro e eu só consigo ir na Uruguaiana. Tem algo que me chama a atenção naquele lugar. Acho que é a quantidade de gente sabe, parece que tem uma vida diferente ali! Aquelas pernas apressadas passando por aquele lugar o dia inteiro, aquelas bocas gritando e anunciando produtos à preço de banana... gosto de lá. Tanto lugar menos "favelado" pra eu ir e eu só fico na uruguaiana! rs. Esse é o motivo do título da postagem. Mas quero deixar claro que o lugar que eu moro não é favela não hein?! rs. É super civilizadinho, bonitinho, e tem senhoras sentadas na calçada vendo seus filhos brincarem ao cair da tarde... adoro morar aqui!

Mudando de assunto... Minha cidade maravilhosa fez aniversário e eu não podia deixar de comentar aqui no blog né?! Quero parabenizar à essa cidade linda que me abriga há 18 anos! Lógico, que tem sua parte podre, mas todo lugar é assim, porém, as suas belezas conseguem superar tudo de ruim que há aqui!

O Rio de Janeiro
Continua lindo
O Rio de Janeiro
Continua sendo
O Rio de Janeiro
Fevereiro e março...
Alô, alô, Realengo
Aquele Abraço!
Alô torcida do Flamengo
Aquele abraço!

Chacrinha continua
Balançando a pança
E buzinando a moça
E comandando a massa
E continua dando
As ordens no terreiro...
Alô, alô, seu Chacrinha
Velho guerreiro
Alô, alô, Terezinha
Rio de Janeiro
Alô, alô, seu Chacrinha
Velho palhaço
Alô, alô, Terezinha
Aquele Abraço!...

Alô moça da favela
Aquele Abraço!
Todo mundo da Portela
Aquele Abraço!
Todo mês de fevereiro
Aquele passo!
Alô Banda de Ipanema
Aquele Abraço!
Meu caminho pelo mundo
Eu mesmo traço
A Bahia já me deu
Régua e compasso
Quem sabe de mim sou eu
Aquele Abraço!
Prá você que meu esqueceu
Ruuummm!
Aquele Abraço!
Alô Rio de Janeiro
Aquele Abraço!
Todo o povo brasileiro
Aquele Abraço!...
Todo mês de fevereiro
Aquele Abraço!
Alô moça da favela
Aquele Abraço!
Todo mundo da Portela
E do Salgueiro e da Mangueira
E todo Rio de Janeiro
E todo mês de fevereiro
E todo povo brasileiro
Ah! Aquele Abraço!...

Agora me diz ai, qual é a musica que leva o nome do teu bairro? Fala sério, o meu bairro tem na música que foi praticamente tema da ditadura militar... Rio de Janeiro e Realengo, sou feliz assim gente!

E pra todo mundo que passar por aqui...
Aquele abraço!

Carollll.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Vende-se um coração.


Vende-se um coração
Vende-se um coração quase novo.
Um coração idealista.
Um coração como poucos.
Um coração à moda antiga.
Um coração moleque que insiste em pregar peças na sua usuária.
Vende-se um coração que na realidade está um
pouco usado, meio calejado, muito machucado
e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões.
Um pouco inconseqüente e que nunca desiste de acreditar nas pessoas.
Um leviano e precipitado coração que acha
sinceramente que Tim Maia estava certo quando escreveu...
"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero, é isso que eu espero...".
Um idealista... Um verdadeiro sonhador.

Vende-se um coração que nunca aprende.
Que não endurece, e mantém sempre viva a
esperança de ser feliz, sendo simples e natural.
Um coração insensato que comanda o racional
sendo louco o suficiente para se apaixonar, e investir na paixão.
Um furioso suicida que vive procurando emoções verdadeiras.
Vende-se um coração que insiste em cometer
sempre os mesmos erros.
Esse coração que erra, briga, se expõe.
Perde o juízo por completo em nome
de causas dos outros e paixão.
Sai do sério e, às vezes revê suas posições
arrependido de palavras e gestos.
Este coração tantas vezes incompreendido.
Tantas vezes provocado.
Quase sempre impulsivo.

Vende-se este desequilibrado emocional
que abre sorrisos tão largos que quase dá
pra engolir as orelhas, mas que
também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.
Um coração para ser alugado, ou mesmo utilizado
por quem gosta de emoções fortes.
Um órgão abestado indicado apenas para
quem quer viver intensamente econtra indicado para os que apenas pretendem
passar pela vida matando o tempo,
defendendo-se das emoções.

Vende-se um coração tão inocente
que se mostra sem armaduras
e deixa louca a sua usuária.
Um coração que quando parar de bater
ouvirá a sua usuária dizer para Deus
na hora da prestação de contas: "O Senhor pode conferir.
Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento.
Só fiz bobagens e me dei mal
quando ouvi este louco coração de criança
que insiste em não endurecer e,
se recusa a envelhecer"

Vende-se um coração, ou mesmo troca-se por
outro que tenha um pouco mais de juízo.
Um órgão que seja mais fiel à sua usuária.
Um amigo do peito que não maltrate
tanto o ser que o abriga.
Um coração que não seja tão inconseqüente.
Vende-se um coração cego, surdo e mudo,
mas que incomoda um bocado.
Um verdadeiro caçador de aventuras
que se recusa a cultivar ares selvagens ou racionais,
e não quer perder o estilo.
Oferece-se um coração vadio, sem raça, sem pedigree.
Um simples coração humano.
Um impulsivo membro de comportamento até meio ultrapassado.
Um modelo cheio de defeitos que,
mesmo estando fora do mercado,
faz questão de não se modernizar,
mas vez por outra, constrange o corpo que o domina.
Um velho coração que convence
sua usuária a publicar seus segredos e desejos profundos.
Vende-se um coração que é emotivo demais, sensivel demais, pobre demais.
Mas que é sublime, em sua pobreza.
E acho sinceramente que, quanto mais pobre, mais bonito fica.

Amor sempre,
Carolina Guimarães.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

www.TrabalhadoraDoBrasil.com


Oiiii povo! Ó eu aqui ó! Sim, esse blog ainda é meu! rs. Bom, andei meio sem tempo mas tenho uma notícia pra dar... Vô andar mais ainda! Sabem por que? Porque comecei a trabalhar hoje!
Bom, acontecveu tudo muito de repente e isso me espantou um pouco. Desde de que fui demitida, comcei a "panfletar" meu currículo pela internet. Uma das empresas me chamou pra entrevista segunda feira 9h. Fui, fiz uma provinha e fui embora. Às 14:30h do mesmo dia me ligaram de lá dizendo que eu fui muito bem na prova e que queriam fazer uma entrevista comigo naquele mesmo dia, se eu podia estar lá na Candelária às 16h. Eu estava na tijuca, mas disse que podia. Corri da Saens Pena (meu ex emprego graças a Deus, rs) pra lá e cheguei 16:10, mas só cheguei pouco atrasada porque tava de carro senão... Fizemos a entrevista e assim que acabou ela olhou pra minha cara e disse: - Olha tá aqui o papel dizendo os documentos que você tem que trazer para a admissão, e amanhã você chega 8h pra fazer o exame médico tá?! Eu bem assustada respondi um tímido "tá...".

Na boa, tem alguém lá em cima que me ama muito. Vocês precisam ver como é a empresa. Vocês precisam ver como é minha supervisora! Aquilo é um sonho! Ah, mas pra quem trabalhou na Saens Pena qualquer coisa é um sonho, rs. A Polo Promotora trabalha conveniada ao banco Pecúnia, que é um banco francês que faz crédito consignado para as forças armadas. Eu fui na entrevista para trabalhar com vendas (na verdade não gosto muito dessa área, mas como o desemprego no Brasil é algo latejante não estamos podendo escolher), mas acabou que hoje comecei a pegar as tarefas do apoio operacional e a supervisora me perguntou se eu não queria trabalhar ali. Óbvio que eu respondi que sim né?! rs

Aí eu fãço liberação de crédito para os clientes, dou amrgem de empréstimo e faço cálculos... muitos cálculos! São várias tabelas, vários números, milhões de contas! Cheguei a conclusão de que eu não devo mais fugir da matemática... ela sempre estará presente em minha vida. Engraçado que escolhi uma faculdade que não tivesse matemática e só trabalhei em lugares justamente com matemática pura. Mas tá sendo ótimo. A galera é bem humorada... Mas mesmo assim eu morro de saudades das minhas NAAzetes... Essas são insubtituíveis! rs

Deus sabe mesmo o que faz. Fiquei muito triste quiando fui mandanda embora da Saens Pena, porque comecei a pensar: Como vou pagar a faculdade?, Meu Deus vou ficar sem dinheiro? Vou fazer o que o dia inteiro? Comecei a achar que se não arrumasse outra coisa logo ia entrar em depressão. Não sei viver uma vida sem regras... sem ter hora pra fazer as coisas. Não sei me entregar inteiramente à desorientação.
Mas Deus me fez arrumar outra coisa em dez dias (Demissão: 16/02/08; Admissão:26/02/08), e ainda melhor! Eu sou supesita pra falar porque sou meio workholic... depois que meto as caras no trabalho não consigo mais parar.
Os retornos financeiros são maiores, o clima é mais alto-astral e o melhor de tudo... Não trabalha sábado! E não se estressa tanto... Agradeço muito à Deus, porque confiei nele e mais uma vez ele superou as minhas expectativas. Dessa vez você foi bem rápido hein Lord?
Espero que minhas amadas ex-NAA tenham a mesmo sorte ou uma sorte melhor que a minha, porque elas são sangue bom e merecem muito.
Vou ficando por aqui porque como vocês sabem, amanhã acordo cedo... É dia de ir à luta!

Beijinhos cansados mais felizes...
Carolllll

*Lord= Senhor; *Workholic= Viciado em trabalho.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Dia Quente

Bom dia!!! Nossa, tenho descançado muito esses dias. Ficar em casa tem pontos positivos e negativos. Pontos positivos: Me dedico mais à mim mesma (cabelo, unhas e afins!), me dedico mais à faculdade, descanço mais, e posso ver Vale a pena ver de novo, rs. Pontos negativos: Aturar a Camila cantando espanhol o dia inteiro. Cara, ela entrou num curso de espanhol agora, e pelo amor de Deus, não dá sossego pra mim ninguém! Ela baixou a música "No me ames" da J.Lo e ouve isso e canta junto o dia inteiro! Ai eu falei pra ela que pô, pode baixar outras músicas né? Já que ninguém é obrigado a ficar ouvindo ela cantando essa joça o dia inteiro... Ai fiz o favor de baixar pra ela aquela que era tema do Thiago Lacerda e da Grazi Massafera em Páginas da Vida "Para tu amor", e ai ela conseguiu estragar toda a minha simpatia pela música porque ficou cantando isso ontem de 10h da manhã até a hora de eu ir pra faculdade... Paciência neh?! <a href=

Ontem acordei cedo (7:30), fui na igreja, voltei e fiquei na net até umas 14h. Saí e fui no mercadinho porque tava com muuuuita vontade de comer mingau de Cremogema e aqui não tinha. Comprei o mingau, tomei um banho, fiz o mingauzinho e fiqui comendo e vendo Vale a pena ver de novo com minha Mamis. Comecei a me arrumar pra facul umas 17h e pouca mais porque eu ainda ia fazer escova. Rê chegou aqui e me levou na facul. A sala estava lotada, porque dia de sexta, junta o 3° e o 4° período, e a sala que nos colocaram não é tão grande assim, mas nos já fomos reclamar junto a coordenção da faculdade, afinal, fazemos direito, estamos exigindo o que é direito nosso! rs. O professor ficou até admirado, falou assim mesmo: "Ou a turma é muito grande, ou vocês gostam muito de Direito Penal!". No meu caso é a segunda opção... gosto muuuito de Direito Penal.
Quando eu chuguei, em meio a toda a minha pressa, percebi que não tinha cadeira. Fiquei muito feliz porque eu teria que ir buscar uma cadeira na sala ao lado e carregar nas costas, eu, uma lady, rs. Foi quando alguém gritou lá do fundo da sala que tinha sim, uma única cadeira lá atrás. Entrei com tudo e nessa brincadeira rasguei a barriga por cima da blusa na porta que estava com a maçaneta solta. Na verdade não foi um rasgão... Foi um arranhãozinho, mas comigo tudo vira algo absolutamente exagerado, rs.

Saímos da facul e fomos pro cinema Eu, Rê, Camila e Brenno. O filme era ótimo, tão bom que dormi... rs. Mas deu pra aproveitar muito a companhia do meu namoradão... quero dizer, noivão!
<a href=

Hoje eu acordei 11h e o Rê tá de serviço, portanto vou ficar jogadinha o dia inteiro... Nesses dias que tenho ficado em casa tenho ouvido muito "Do It Well", da J.Lo, e tô simplesmente viciada na música. Coloquei até de toque no celular... rs. As ex- Saens Pena sabem porque tô falando isso, rs. Tinha uma "titia" lá que tinha esse toque e a gente zuava muito ela sem ela saber, rs.

Bem, pra terminar esse post, deixo aqui um videozinho que eu fiz e que tá fazendo aniversário! Um ano que eu pus ele no Youtube! Quando coloquei esse vídeo não imaginei que ele fosse fazer tanto sucesso, mas hoje (vocês podem confeir!) já tem 38. 566 acessos! Parabéns ao vídeo e pra mim que eu mereço né?! Pela criatividade gente! rs. Aí vai ele!





Beijocas estaladas pra quem passar por aqui!
Carolllll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments