Num para, num para, num para não!


Oiii gente! Quanto tempo! Putz... a vida tá loucura loucura loucura! Mas é uma loucura gostosérrima! Casamento pra ver, viagens do trabalho, facul pra adiantar (tô ferradona!)... Putz! Minha vida tá igualzinha o título dessa postagem! Rs.

Esses dias tenho lido muito jornal no trem, no caminho de volta pra casa... e tenho ficado chocada. Primeiro com os casos de dengue que tem se multiplicado à cada dia. Segundo com o descaso do governo com a população que está exposta a este perigo eminente. Gente, cadê o fumacê? Aquele carro que passa jogando a fumacinha fedida pro alto pra matar os mosquitos? Não tenho visto nem tentativas de melhora. Terceiro fiquei horrorizada com a história daquele pai que jogou a filha pela janela. Se já é estranho um ser humano fazer isso imagina um pai, que a gente presume que tem uma relação de amor com a pessoa... Esse mundo tá todo de cabeça pra baixo sabe. Hoje vi um filminho na facul que denotou bem a desigualdade e o preconceito que existe no Brasil. O nome do filme é "Quanto vale ou é por quilo?". Assitam, vocês não vão se arrepender. Depois de ver algo assim sou obrigada me juntar num coro com Renato Russo e perguntar a todos "Que país é este?".
Até os projetos sociais que nosso país realiza (a maioria, não todos), é visando retornos financeiros. Uma pesquisa realizada pela Unicef comprova que se todo o dinheiro arrecadado pelas empresas que tem programas sociais para crianças de rua fosse dado diretamente a eles daria pra comprar aproximadamente um apartamento de 25 mil reais para cada um a cada dois meses. Detalhe: Aqui no Rio de Janeiro existe em média 10 mil crianças de rua. Sente quanto dinheiro rola nos projetinhos sociais.... Tô indignada.

Pra terminar, vô colocar uma coisinha pra gente relaxar porque de coisa ruim o mundo já tá cheio demais...

"Eu vou torcer"
Letra e Música: Jorge Ben Jor

Eu vou torcer pela paz
Pela alegria, pelo amor
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...
Pelo inverno, pelo sorriso
Pela primavera, pela namorada
Pelo verão, pelo céu azul
Pelo outono, pela dignidade
Pelo verde lindo desse mar
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...
Eu vou torcer pela paz
Pela alegria, pelo amor
Pelas coisas bonitas eu vou torcer, eu vou...


É mestre Jorge, eu também vou torcer... Quem sabe não dá certo?

Amor e esperança sempre...
Carolll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

0 comentários: