Pics!

Hello hello gente minha! Espero que esteja tudo bem por aqui porque comigo tá tudo belê! Bem, passei aqui rapidinho só pra não perder o costume, e pra dizer algumas coisinhas que aconteceram nesses últimos dias... Como são muitas coisas pra dizer resolvi que vô contar os acontecimentos por fotos! Tá aí, nunca fiz isso antes aqui né?! E o que não dá pra contar por foto porque eu não tenho, eu conto sem foto mesmo!

Fiquei pensando hoje... Imagina se eu fosse a advogada de Alexandre Nardonni e Ana Carolina Jatobá? Meu Deus. É exatamente essa a sensação que detona meu pavor de advogar. Nãso posso enganar as pessoas. Não posso defender algo pelo qual não acredito simplesmente porque preciso tirar meu "sustento". Hoje ví de perto um caso parecido com esse e fiquei indignada. Uma senhora tinha um filho deficiente mental. Ela e o marido, ambos muito velhos, tinham uma situação estável financeiramente falando. Até que o velho arrumou uma menina de 18 anos e decidiu dar o mundo pra ela. Começou vendendo as jóias da esposa, depois o dinheiro da poupança, até o dia que anunciou que sairia de casa. Deixou a coitada da velha sem nada com o filho doente. A senhora por sua vez entrou na justiça. A diferença dos dois era exatamente o advogado. Ela não tinha condições de pagar um bom advogado e ele sim. O advogado do velho era bem melhor que o dela. Resultado: Mesmo sendo uma senhora já de idade e carregando um filho deficiente mental ela perdeu a causa. A irmã do advogado do velho indignada com o desenrolar do processo foi questionar ao irmão porque ele tinha feito isso, e a resposta dele foi a seguinte: "Eu não posso largar uma causa porque fiquei com pena da outra parte. Fiz o meu trabalho. Ninguém mandou ela não ter dinheiro e ainda contratar um advogado burro".
Fico indignada com essas coisas. O velho agora ficou com todo o dinheiro, a pobre da velha ficou só com a casa e uma merreca de pensão e ainda por cima um filho deficiente mental com problemas de saúde. Mas isso pro advogado não importa, o que ele quer, é dinheiro no bolso. Infelizmente, não sei ser assim. É fogo. Não tenho muito o que dizer, isso é só um desabafo.

Mudando radicalmente de assunto... Duas Caras tá muito boooooooom! Não, a cena em que a Maria Paula deu uma surra na Silvia, depois a sequencia na hora que ela foi na casa do Ferraço que eles ficaram se encarando... putz amei! E depois aquela hora que o mecanico foi pedir a Gislaine em casamento? Quase soltei fogos! Rs. Eu só não to gostando é dessa história do Juvenal não ficar com a Alzira e sim com a Branca, e da Bijou não ficar com o Petrus e sim a Bijouzinha... A Bijou que tem que ficar com ele, ela é muito mais mulher. A bijouzinha é muito idiotinha.
Bem, mas encerrando aqui os assuntos que não tem foto, vamos às fotos!

Eu e Rê no Forte de Copacabana no feriadão... eu já descalça favelando geral, rs. É aquilo, a gente sai da favela mas a favela não sai da gente... rs

Teve Michele lá também! Nossa vela oficial estava presente, rs.

Tá ai o livro que eu to lendo, que dá lições sobre a vida a dois. Interessantissimo! Com o livro descobri uma série de defeitos em mim que o Renan sempre "tentou" reclamar mas eu era metida demais pra enxergar...

Carinho, carinho, mucho carinho! E olha lá o tamanhão já do cabelo ó!

Mais carinho... olha a minha cara de fuinha! Hahahaha

Se mete com nóis não que a gente é louco meu chapa... hehehehe (Nunca pensei que fosse passar por uma experiência tão boa... amo muito e loucamente!)

Essa é só pra mostrar o tamanho do black! rs

Essa é só pra fazer charminho... Aquele povo ali atrás são so Roberts! É porque eu tava na igreja... rs

Família família acorda junto todo dia! Família família nuunca perde essa mania! (Spoleto!)

Tô agarrando esse instante com medo de que ele nunca mais seja meu! Deus me ama muito! Desistam, eu sou muito feliz mesmo!


E agora uma singela homenagem pro meu GRANDE amor... Rê!

"Agora a gente só vive grudado
Pela rua aos beijos e abraços
Todo mundo repara
E mesmo os meus amigos mais canalhas
Me dão razão quando eu falo

Que eu nunca mais quero outra vida
Me machucar pela pessoa errada
O amor tem cartas já marcadas
E eu nunca tive vocação pra otário
É, os tempos mudaram
E agora eu ando muito bem acompanhado".

Trecho da música "Boa Vida" - Cazuza.


No mais não há nada... Vida boa, boa vida!
Fui que fui!
Carollll

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

1 comentários:

Renan R. disse...

Obrigado pela companhia, pelo amo, pela atenção, carinho e dedicações de amor... Me sinto engrandecido de ter uma noiva como vc. Te AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO